José Mota critica arbitragem: «Houve dois pesos e duas medidas»

Treinador do Aves "revoltado" após derrota com o Nacional

• Foto: Simão Filho

José Mota considera que a arbitragem teve um papel preponderante na derrota do Aves frente ao Nacional (3-2). O treinador avense refere que o VAR foi utilizado de forma errada, em prejuízo da sua equipa.

"Perdemos, marcaram três golos, dois com recurso ao VAR. Nós tivemos o recurso ao VAR para um lance que era de ordem de expulsão e que não foi. Houve dois pesos duas medidas. A arbitragem teve um papel preponderante. Houve três situações em que o árbitro foi ao VAR, duas para validar para o Nacional e outra em que não valida para o Aves. Não interessa se é cedo, é dentro do tempo de jogo. Há expulsão aos 90' e não há aos 2 ou 3 minutos porquê? Se foi chamado é porque lhe disseram que era expulsão. Vai ver o VAR e toma a decisão como quer? Não tivemos esta época uma situação em que o VAR dissesse que a decisão foi errada e era a favor do Aves. Zero. Temos a situação do penálti do Derley que o árbitro nem sequer foi ver. Tem que ir ver. Porque toma decisões de uma forma num caso e não toma em relação a outro? Ao menos garante que tomou a decisão mais acertada. Toda a gente diz que foi penálti e o árbitro só tinha de ver. Estou frustrado com esta situação. Tudo isto deixou a equipa nervosa. Estávamos 1-1, resultado tranquilo, passado 4 ou 5 minutos marca um penálti, existindo antes uma situação idêntica com o Derley. Tem de ter o mesmo critério. Seis substituições e dá 4 minutos, estava com pressa de acabar o jogo? Isto enerva e de que maneira.

"Por que tem critério para um lado e critério para outro? Isto tem sido sistemático. Não adianta termos VAR, termos pessoas no terceiro anel ou em qualquer lado, não adianta porque as pessoas tomam as decisões que querem. Estou revoltado com esta situação", disse.

Por Pedro Morais
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Aves

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.