At. Reguengos-Cova da Piedade, 0-2: Vitória aproxima segunda fase

Inquestionável, sem espinhos nem reticências

• Foto: Hugo Rainho

Inquestionável, sem espinhos nem reticências. Assim se pode classificar a vitória do Cova da Piedade ontem, em Reguengos de Monsaraz, por 2-0.

Num duelo entre os dois primeiros da tabela, o onze da margem sul do Tejo cedo quis mostrar o seu valor e justificar a liderança. E depressa se colocou em vantagem, com um golo madrugador de Vítor Moreno (6’) na sequência de um canto.

Sempre com mais posse de bola, os comandados de Sérgio Boris dominavam os acontecimentos no relvado, impondo o ritmo e as pausas do jogo. Por isso, não foi surpresa a vantagem dos visitantes ao intervalo.
Na segunda metade o cariz da partida não se alterou: mais qualidade na posse e no posicionamento dos forasteiros. Sendo visível esse domínio e maior capacidade atacante, Carlos Alves dilatou a vantagem da sua equipa, na sequência de um livre direto apontado com toda a precisão.

Os locais bem tentaram contrariar o sufoco do Cova da Piedade, mas em vão, e ainda tiveram o azar de perder o guarda-redes titular, David Grilo, que saiu lesionado no joelho direito (problema pode ser grave) num lance sozinho. Com este resultado, o emblema almadense fica perto de garantir a passagem à fase de subida à 2ª Liga.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Campeonato de Portugal

Notícias

Notícias Mais Vistas