Cova da Piedade-Juventude de Évora: Fase de promoção à vista

Jogo em direto na CM TV a partir das 15 horas de domingo

Cova da Piedade pensa em grande e quer a Segunda Liga.
• Foto: Nuno Veiga

Três pontos. É essa a distância do Cova da Piedade, líder isolado da Série H do Campeonato de Portugal Prio, para o expetável apuramento para a fase de promoção à II Liga. A receção ao Juventude de Évora, que apenas aspira à manutenção, é o cenário ideal para os piadenses consumarem o seu objetivo. Sérgio Boris, jovem técnico que cumpre o seu quinto ano de ligação à formação de Almada, é o líder de um grupo onde a experiência é um posto, o que fica bem patente na presença de Pedro Alves, Luís Dias, Ricardo Aires, Moreno, Marco Bicho ou Falardo, jogadores que construíram carreira nos dois principais escalões do futebol português. Habitualmente fiel ao 4x2x3x1 como estrutura preferencial, o Cova da Piedade é mais contundente na exploração de contra-ataques e ataques rápidos do que em ataque posicional, o que ajuda a explicar a parca diferença pontual entre os jogos em casa (15) e extramuros (14), e, principalmente, o apetite mais devorador como visitante (13 golos marcados) do que na condição de visitado (9 golos apontados).

Contudo, terá pela frente um Juventude de Évora, formação orientada por Jorge Vicente, que apresenta alguma permeabilidade defensiva (2.ª defesa mais batida como visitante), denotando algumas dificuldades na organização entre setores e dentro do mesmo setor. Os eborenses, normalmente estruturados em 4x3x3 (algumas variações para 4x4x2), procurarão explorar algumas debilidades do oponente no controlo da profundidade, e tirar partido das bolas paradas ofensivas, aspeto em que são fortes.

Destaques

Com o apoio do Talent Spy, plataforma de scouting que acompanha exaustivamente o Campeonato de Portugal, o Record apresenta as figuras das duas equipas. No Cova da Piedade, o veterano Marco Bicho é um jogador-chave nos processos de construção, ao buscar com sagacidade os corredores laterais. Destaque também para a versatilidade de Moreno, capaz de atuar como médio-centro, médio-ala ou lateral, e para a velocidade imprimida pelos extremos João Santos, mais talhado para buscar a linha de fundo, e Filipe Godinho, talhado para forçar o um contra um, que buscam o jogo aéreo de Tiago Rente, referência ofensiva que está em dúvida devido a lesão.

No Juventude de Évora, que não poderá contar com o goleador Sebastien (7 tentos), os médios Djerman, médio-defensivo com boa leitura de jogo e disparo forte de meia-distância, e Luís Carapinha, médio-interior combinativo e com facilidade no último passe, merecem realce, assim como o lateral Marquinho, extremamente incisivo a oferecer profundidade ao corredor lateral, e Pedro Amendoeira, jovem defesa-central rápido e com bom sentido posicional.

Cova da Piedade (4x2x3x1): (1) Pedro Alves – (25) Luís Dias, (14) Rúben Nunes, (3) Ricardo Aires, (5) Carlos Alves – (23) André Ceitil, (26) Marco Bicho – (4) Vítor Moreno, (8) Filipe Falardo, (10) João Santos – (20) Tiago Rente.

Treinador: Sérgio Boris.

Outras opções: Gonçalo Carvalho, Yang Liu, Fábio Costa, Ricardo Dâmaso, David Cardoso, Timmy Sanca, Filipe Godinho, Frederico Correia, Diogo Caramelo.

Juventude de Évora (4x3x3): (12) Luís Marques – (2) Marquinho, (21) Ricardo Ramos, (4) Pedro Amendoeira, (7) Rúben Freire – (19) Djerman – (3) Octávio, (14) Luís Carapinha – (11) Luís Tavares, (20) Xande – (17) Wigor.

Treinador: Jorge Vicente.

Outras opções: Rafa Santos, Sérgio Teles, João Aldeano, Marco Castelhano, Antoninho Silva, Miguel Oliveira, Bruno Mamede, Adilson Silva.

Por Rui Malheiro
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Campeonato de Portugal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0