FPF reforça decisão sobre subidas de Vizela e Arouca à 2.ª Liga

Federação respondeu ao processo levantado por Praiense e Olhanense

A Federação Portuguesa de Futebol já respondeu ao processo levado a cabo por Praiense e Olhanense, líderes das respetivas séries do Campeonato de Portugal que se opuseram às subidas de Vizela e Arouca à 2.ª Liga, algo que foi determinado quando o CP foi dado como terminado devido à pandemia de covid-19. Recorde-se que Vizela e Arouca eram as equipas com mais pontos à data de interrupção da competição.

Uma vez que Praiense e Olhanense avançaram com processos distintos que aguardam por decisão do Conselho de Justiça, a FPF avançou e respondeu a essa contestação, informando, numa reunião para esse efeito, que reforçou a segurança jurídica dessa decisão de premiar o mérito desportivo de quem tinha mais pontos.

Na base está o decreto-lei que permite às federações desportivas alterar os regulamentos dentro da própria época para lidar com situações extraordinárias, tal como a que se verifica devido à pandemia. Perante isso, a FPF formalizou o regulamento que estabelece esse mesmo critério de subida.

De resto, alguns clubes como Marítimo e Feirense, que lutam contra o cancelamento da 2.ª Liga, têm alegado que é preciso existir o formalismo de alterar o regulamento para se anunciar uma decisão, algo que a FPF teve em conta nesta questão do Campeoanto de Portugal.

Por Pedro Gonçalo Pinto
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Campeonato de Portugal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0