Kelvin: «Ouvi dizer que fizemos o milagre do Cevadeiro, não custa sonhar com o do Jamor...»

Médio do Vilafranquense quer acabar a época com um título

Kelvin Medina foi o homem que marcou o único golo do Vilafranquense diante da U. Leiria no domingo, mas não quer ficar-se apenas pela subida.

"Ouvi dizer que fizemos o milagre do Cevadeiro e não custa nada sonhar com o milagre do Jamor. Nenhum sonho é impossível para este grande e unido grupo", frisou a Record o médio, que chegou apenas em fevereiro ao clube, proveniente do Mirandela. O golo de domingo, esse, recorda-o como "uma euforia doida". "Ninguém sabe consegue explicar e nem sabemos para onde vamos mas ali só tinhade ir para um lugar só e tinha de ser ao encontro dos adeptos", disse Kelvin que acabou 'engolido' pelo grupo de adeptos 'Piranhas do Tejo'.

Sobre continuar ou não em Vila Franca de Xira, "ainda é cedo para falar sobre isso". "Vim para ajudar o clube e quando cheguei fui muito bem recebido, até parecia que ja estava cá desde o início da época. Graças a este enorme grupo tudo se tornou fácil para mim e as coisas, graças a Deus, correram bem. Se vier a fazer a minha estreia na 2ª Liga no Vilafranquense iria ser com muito orgulho. Mas ainda é muito cedo para falar nisso. Há mais um jogo para fazer história", ressalvou o cabo-verdiano de 25 anos que em Portugal começou por representar o Oeiras.

Por Flávio Miguel Silva
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Campeonato de Portugal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.