Lusitânia de Lourosa absolvido de caso de racismo

Alegados insultos teriam sido proferidos contra Sheriff, jogador do Arouca

A carregar o vídeo ...
O vídeo que retrata mais um caso de racismo em Portugal

O Lusitânia de Lourosa anunciou que foi absolvido pelo Conselho de Disciplina da FPF do caso em que era acusado de infringir o artigo 62.º, relacionado com comportamentos discriminatórios.

Em causa estava a partida contra o Arouca, a 2 de fevereiro para o Campeonato de Portugal, em que, enquanto o avançado dos arouquenses Sheriff recebia assistência médica, adeptos do Lusitânia teriam, alegadamente, proferido insultos racistas e emitido sons a imitar macacos contra o jogador ganês, o que levou o clube da casa a apresentar queixa contra os lusitanistas.

Apesar de ter acontecido no início daquele mês, o caso foi noticiado a 20 de fevereiro, quatro dias depois de alguns adeptos do V. Guimarães terem dirigido insultos racistas ao jogador do FC Porto Moussa Marega, o que levou o maliano a sair de campo como forma de protesto. Caso este que ainda não teve uma decisão anunciada.   

Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Campeonato de Portugal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.