Record

Rodolfo Frutuoso: «Quando cheguei ao Vilafranquense havia 50 pessoas a ir ao futebol»

Ex-presidente da SAD de consciência tranquila com os objetivos cumpridos

Luiz Andrade e Rodolfo Frutuoso, o seu antecessor na SAD do Vilafranquense.
Luiz Andrade e Rodolfo Frutuoso, o seu antecessor na SAD do Vilafranquense.
Rodolfo Frutuoso 'passou a pasta' esta quarta-feira a Luiz Andrade. O antigo presidente da SAD do Vilafranquense vê Luiz Andrade suceder-lhe no cargo e resumiu o trabalho de cinco anos relevando os avanços alcançados desde a sua chegada.

"Tudo aquilo que idealizámos em 2013, quando apresentámos o projeto na cidade e às pessoas do clube que estava em enormes dificuldades, conseguimos fazer com enorme trabalho. Atingimos tudo aquilo que prometemos na assembleia da qual me lembro perfeitamente. Sinto que os objetivos foram cumpridos. Esta alteração é uma sensação positiva. Acredito que o sr. Luiz Andrade e as pessoas que virão com ele vêm para somar. Tenho a consciência de que tudo fizemos por este clube", destacou o dirigente que passa a diretor-geral do Vilafranquense e que recordou o momento em que assumiu a gestão dos ribatejanos, ainda na Divisão de Honra da AF Lisboa.

"Quando cá cheguei havia 50 pessoas a ir ao futebol. Hoje, os resultados desportivos tiveram peso para aumentar esse número. Podemos ter grandes ideias, ter muita capacidade mas se ao domingo a bola não entrar na baliza torna tudo mais difícil. Ao longo do tempo os resultados fizeram com que a cidade voltasse. Pelo que me contam, haveria pessoas que não vinham ao futebol aqui há 30 anos e hoje vêm. Esse acordar [da cidade] aconteceu mas acho que têm de dar muito mais e penso que esta alteração vai ser bastante positiva. São pessoas com provas dadas no futebol português", explicou Frutuoso sobre a equipa que agora milita na Série C do Campeonato de Portugal e esteve perto de subir à Segunda Liga em 2017/18.

Sobre a saída de cena da Eurofoot, garantiu tratar-se de "uma oportunidade de negócio": "Hoje é um dia de mudança de paradigma para melhor. Foi uma oportunidade de negócio que surgiu. Os acionistas anteriores decidiram vender a posição na SAD. Espero que Luiz Andrade seja muito feliz e que venha acrescentar algo ao que já foi feito."
Por Flávio Miguel Silva
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Campeonato de Portugal

Notícias

Notícias Mais Vistas

M