Aí está o predador de dragões e águias

Vitória é bicho-papão para Benfica e FC Porto, ao não perder qualquer dos quatro jogos na Liga

• Foto: MoveNoticias

Ao empatar no Estádio do Dragão (1-1), o V. Setúbal fez história. É que esta é a primeira época em que os sadinos não perderam qualquer um dos jogos da Liga com o FC Porto, atual 2º classificado, e o líder Benfica, clubes que respiram de alívio por não voltar a medir forças com os sadinos em 2016/17. Para encontrar um registo idêntico, fora do universo dos ‘grandes’, é preciso recuar a 2004/05, temporada em que o Sp. Braga também terminou sem qualquer derrota com dragões e águias.

O feito de José Couceiro, que nessa época orientou tanto o Vitória como o FC Porto, foi alcançado há 12 anos pelos arsenalistas treinados por Jesualdo Ferreira. Foi, aliás, o triunfo imposto pelos minhotos no Dragão (3-1) que levou ao despedimento do espanhol Víctor Fernández, facto que precipitou a entrada de... José Couceiro nos azuis e brancos.

Edinho repete façanha

A partida entre portistas e sadinos teve um repetente desse jogo de 30 de janeiro de 2005. No relvado do Dragão, aos 34 anos, o avançado Edinho voltou a ser protagonista ao iniciar o jogo como suplente e ao ser lançado no segundo tempo, tal como fizera, na altura com 22 anos, com a camisola do Sp. Braga.

Mas os traços idênticos não ficam por aqui. Em 2004/05, águias e dragões também tiveram uma luta acesa pelo título, que acabou por durar até à última jornada, com o Benfica a sair por cima, com três pontos de vantagem.

Curiosamente, tal como há 12 anos, os encarnados vão terminar esta temporada no mesmo palco em que conquistaram o título a 22 de maio de 2005: no Estádio do Bessa, diante do Boavista.

Por Ricardo Lopes Pereira
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de V. Setúbal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.