Aparício: «Sem autocarro em lado nenhum»

Antecipa duelo com Benfica

Nos 67 confrontos no escalão principal que o V. Setúbal foi jogar à casa do Benfica, apenas por duas vezes o triunfo sorriu aos sadinos. E numa delas, na temporada 1987/88, num jogo disputado no Estádio Nacional, Aparício, antigo avançado, assumiu o papel de herói e marcou o golo que valeu o último triunfo no ‘reduto’ das águias (0-1).

Contra todas as expectativas - o Benfica era o campeão em título e o Vitória tinha acabado de regressar ao convívio dos grandes , os setubalenses travaram o oponente. "Malcolm Allison era o nosso treinador e íamos a todo o lado para ganhar. Não púnhamos autocarro em lado nenhum e sabíamos sofrer nas alturas certas", recorda Aparício, de 57 anos, atual vice-presidente e treinador dos juniores do V. Setúbal.

Apesar de antever "enormes dificuldades", Aparício acredita que o Vitória pode repetir na segunda-feira a gracinha, desta vez na Luz, de há quase 29 anos. "Temos uma equipa de miúdos com atitude e podemos surpreender. O cansaço do adversário, depois do grande jogo que fez na Champions, pode ser explorado", refere, considerando que "a defesa do Benfica é frágil em contraste com o ataque demolidor".

Confrontado com o mau momento do Vitória, que está há 10 jogos sem vencer, Aparício é perentório. "Basta ganhar uma partida e a confiança regressa novamente. É verdade que este não é o jogo ideal, mas quem conhece o Vitória sabe que não vai jogar, nem precisa, com o autocarro atrás", sublinhou a Record.

Por Ricardo Lopes Pereira
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de V. Setúbal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.