Brian Mansilla reconhece dívidas mas quer V. Setúbal na Liga NOS

Jogador reforçou o Farense por empréstimo do Racing

• Foto: Instagram Brian Mansilla
O extremo argentino Brian Mansilla, que trocou o Vitória de Setúbal pelo Farense, defendeu esta sexta-feira a permanência dos setubalenses na Liga NOS apesar de o clube ainda não ter saldado todas as suas dívidas.

"As contas estão saldadas? Não, mas estou tranquilo. Oxalá corra tudo bem ao Vitória de Setúbal. Que fique na Primeira Liga, porque nós, os jogadores, fizemos tudo em campo para que o clube garantisse a manutenção. Por isso, quero que fique na Primeira Liga, onde merece estar", disse à agência Lusa o jogador, que representou os setubalenses por empréstimo do Racing (Argentina), à margem do seu primeiro treino pelo Farense, no campo Sousa Uva, em São Brás de Alportel.

O Vitória de Setúbal, que terminou a edição de 2019/20 da Liga NOS no 16.º lugar, acima da zona de despromoção, foi impedido de se inscrever nas competições profissionais, depois de a Comissão de Auditoria da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) ter reprovado os processos de licenciamento.

Em causa estavam pressupostos financeiros incumpridos: o clube não conseguiu apresentar prova de "inexistência de dívidas a sociedades desportivas", a "inexistência de dívidas a jogadores, treinadores e funcionários", assim como "a regularidade da situação contributiva perante a Autoridade Tributária", segundo a LPFP.

Sem especificar a verba em causa ou o número de salários em atraso, o extremo sul-americano disse confiar na administração da SAD setubalense, liderada por Paulo Gomes, para resolver o processo.

"Penso que o clube vai resolver. Confio nas pessoas que estão no clube para resolverem a questão", referiu Mansilla.

O extremo argentino, que assinou pelo Farense por uma temporada, também por empréstimo do Racing, prometeu fazer "golos e assistências" para ajudar a equipa a garantir a manutenção "o mais rapidamente possível".

"Aceitei o convite porque o mister me convenceu com a sua proposta de jogo. O presidente também falou muito bem do clube, que está em crescimento", afirmou, elogiando os "muitos e bons reforços" que os algarvios já garantiram.

O Farense, que regressa à Primeira Liga após 18 anos de ausência, confirmou sete caras novas até ao momento: os guarda-redes Rafael Defendi e Ricardo Velho, o lateral-direito Alex Pinto, os médios Cláudio Falcão e Amine e os avançados Brian Mansilla e Pedro Henrique.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de V. Setúbal

Notícias

Notícias Mais Vistas