Ricardo: «Não há vitórias antecipadas nem adversários imbatíveis»

Guardião acredita que pode pontuar frente ao Benfica

• Foto: Rui Minderico

Ricardo, guarda-redes do V. Setúbal, acredita que a sua equipa pode travar na segunda-feira (21 horas) o líder Benfica, na partida da 30.ª jornada da Liga NOS, a realizar no Estádio da Luz, em Lisboa.

"É um jogo complicado, mas não há vitórias antecipadas nem adversários imbatíveis. Os últimos jogos do Benfica dizem-nos que têm tido dificuldades em ganhar como aconteceu com o Boavista (1-0) e com a Académica (2-1)", lembrou em conferência de imprensa.

Apesar do "imenso valor e favoritismo" do oponente, o guardião, cedido pelo FC Porto aos setubalenses, prometeu um Vitória aguerrido.

"A nossa ida à Luz passa por deixarmos uma boa imagem e, como em todos os jogos, lutar por pontos. Vamos defrontar uma grande equipa, que está num excelente momento de forma, mas também temos as nossas armas e iremos lutar até à exaustão para trazer pontos para Setúbal", prometeu.

Questionado sobre a estratégia a utilizar para ter êxito num estádio onde só Sporting e FC Porto conseguiram roubar pontos esta época, Ricardo mencionou a união e entreajuda.

"Apesar de as coisas não terem ultimamente corrido como queríamos [equipa não vence há 10 jornadas], sempre estivemos unidos e fortes. Dando tudo dentro de campo, estamos sempre mais perto de equilibrar a balança, que pesa muito mais para o lado do Benfica do que para o nosso", afirmou.

Ricardo não acredita que o conjunto lisboeta se possa apresentar debilitado após a eliminação, na quarta-feira, da Liga dos Campeões.

"Todos diziam que o Benfica ia ser atropelado pelo Bayern de Munique, mas nada disso aconteceu. Deixou uma imagem bastante positiva e por alguns pormenores não conseguiu passar. Não creio que se deixe abater, até porque faltam cinco jogos para atingir o objetivo de ser campeão", vincou.

Consciente de que vai atuar num estádio lotado e ter pela frente o melhor ataque do campeonato, o guarda-redes dos vitorianos admite que esses factos o obrigam a ter atenção redobrada nos 90 minutos.

"Existe sempre mais motivação e concentração nestes jogos. Estando mais ativos e com a bola perto da nossa área, certamente estamos mais concentrados e focados no jogo. Qualquer jogador quer atuar num estádio perante 50 ou 60 mil pessoas. Todos os jogadores querem pisar esses palcos", sublinhou.

O treinador Quim Machado não deverá contar na partida com os contributos do defesa Nuno Pinto e dos médios Fábio Pacheco e Costinha, trio que continua sob vigilância do departamento médico. Após cumprir um jogo de castigo, o avançado Vasco Costa regressa à opções.

Por Lusa
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de V. Setúbal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.