Jogador italiano do V. Setúbal: «Situação é surreal, mas juntos podemos superá-la»

Mirko Antonucci diz estar "preso" no hotel, tal como os seus colegas que chegaram em janeiro

Reforço do V. Setúbal no mercado de inverno, o italiano Mirko Antonucci partilhou esta quarta-feira a forma como vive em Portugal em plena crise devido ao coronavírus, numa declaração na qual lançou também um apelo a todos para que, juntos, possam ajudar a superar a situação.

"Aqui, tal como em Itália, a situação não está fácil. Bem pelo contrário. Eu, tal como os meus colegas que chegaram no mercado de janeiro, estou preso no hotel. O resto está tudo fechado. Treino todos os dias. A ideia é fazer o máximo possível nesta situação atual. De resto, dedico o meu tempo à Playstation e faço algumas chamadas aos meus familiares e amigos. Tento, como todos, passar o meu tempo dessa forma", começou por dizer o avançado italiano, ao 'TuttoMercatoWeb.com'.

'Preso' em Setúbal devido a toda a situação em torno da COVID-19, Antonucci revela que tem estado em contacto com Nicolò Zaniolo. "Tenho falado com ele várias vezes. A situação é aquela que todos conhecem, algo de surreal, mas se nos comprometermos seremos capazes de superar isto".

No plano desportivo, Antonucci assume ter visto diferenças entre o campeonato italiano e poruguês e assumiu que Paulo Fonseca foi decisivo na sua escolha. "Notei logo a boa qualidade técnica. Há quatro ou cinco equipas, como o Benfica, FC Porto, Sporting ou Braga, que estão muito bem preparados, com jogadores de topo. Falei com o [Paulo] Fonseca sobre a possibilidade e ele deu-me boas indicações, pois seria uma experiência nova e diferente para mim. Antes de aceitar falei também com o treinador Julio Velázquez e gostei do que ouvi".

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de V. Setúbal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.