Jorge Andrade: «Fomos muito condicionados pela expulsão. O jogador não é um sempre em pé»

Eber Bessa viu cartão vermelho aos 54 minutos

• Foto: Rui Minderico

Jorge Andrade, treinador adjunto do V. Setúbal, considera que a expulsão de Eber Bessa aos 54 minutos condicionou o jogo da equipa sadina, que perdeu no Estádio do Dragão por 2-0.

"Fomos condicionados com a expulsão, o que fez toda a diferença na estratégia e sofremos um golo logo aos 15 minutos, mas a equipa esteve bem. Fechámos um ciclo em que estávamos a pontuar, mas estivemos bem", afirmou o antigo internacional portugês, agora adjunto de Sandro Mendes no V. Setúbal.

Jorge Andrade considerou mesmo que a expulsão do jogador sadino não foi justa: "acho que é ao contrário. Ele não é de ferro e cai. Porque cai, leva o segundo amarelo? O jogador não é um sempre em pé. Jogar contra os grandes já não é fácil, com dez ficámos ainda mais condicionados, mas a atitude dos jogadores foi muito boa. Estamos muito contentes com a evolução da transição", referiu.

13
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de V. Setúbal

Notícias

Notícias Mais Vistas