Mauro de Almeida: «Lembro-me de ser pequeno e de ganharmos 5-2 ao Benfica»

Candidato à presidência recorda êxitos do passado e vivências em Setúbal

• Foto: Rui Minderico

R – Onde é que foi criado em Setúbal?

MA – Na Terroa. Conheço muito bem a cidade, estudei na Camarinha, um bairro com muitas dificuldades e na Bela Vista, outro bairro também com muitas dificuldades. Foi lá que completei o ensino secundário até vir para a universidade em Lisboa.

R – Qual é a sua formação?

MA – Sou licenciado em educação física e desporto.

R – Para as pessoas que não o conhecem, o que pode dizer para que o olha com algum ceticismo e podem não saber quem é?

MA – Já trabalho há muitos anos no futebol. Só trabalhei até completar a minha licenciatura com ‘part-times’ em telecomunicações e a vender porta a porta. Desde aí, trabalhei sempre em futebol. Trabalhei na formação do Sporting, trabalho com investidores há muitos anos e é isso que me permite, porque acho que tenho valências, galvanizar o Vitória conjugando as duas coisas: a experiência que tenho na formação e na que tenho em trabalhar com investidores. Por isso, permite-se pensar tal como às pessoas que me apoiam, que posso vir a ser o presidente do Vitória.

R – Tem 36 anos e sendo um jovem, qual a sua ligação ao V. Setúbal até ao momento, em termos emotivos e familiar?

MA – Primeiro sou sócio do Vitória. Nasci em Setúbal e toda a minha família é do Vitória Futebol Clube. Ia com o meu padrinho a todos os jogos do Vitória desde miúdo. Lembro-me de ser pequeno e de ganhar 5-2 ao Benfica. Lembro de estarmos a jogar na Taça de Portugal ante o Belenenses e apagarmos as luzes porque estávamos a perder (risos). Todas as vivências que tenho em relação ao futebol são em Setúbal e não em Lisboa, para onde vim viver quando acabei a minha formação. Tudo o que me lembro em relação ao futebol é em Setúbal, seja no futebol ou no andebol. O que me lembro de passar naquele pavilhão, por exemplo o sarau da ginástica a que todos os anos ia assistir. Falar de Setúbal é reviver a minha infância.

Por Flávio Miguel Silva e Ricardo Lopes Pereira
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de V. Setúbal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.