Mauro de Almeida: «Queremos as modalidades cada mais integradas mas independentes»

Opinião do candidato à presidência do clube

• Foto: Vítor Chi

R – António Santos, figura incontornável do andebol do V. Setúbal, marcou presença na sua candidatura à presidência. É um sinal claro de que vai dar atenção às modalidades?

MA - Queremos que as modalidades tenham um grande apoio, sejam cada vez maiores e, inclusivamente, querermos criar mais modalidades. Já temos um projeto para a criação do futsal, só a título de exemplo. Pretendemos que as modalidades estejam cada vez mais integradas, mas que sejam independentes. Têm de ser independentes e têm de conseguir sobreviver independentemente. É óbvio que o V. Setúbal enquanto entidade pública tem de criar apoios. Falamos de patrocinadores e negociar os equipamentos todos em conjunto algo que não acontece agora. Vejo o futebol, o andebol e o râguebi e equipam de forma diferente. Se o V. Setúbal negociar tudo em conjunto consegue sempre melhores apoios mas também pretendemos que continuem a ter uma gestão autónoma. Pretendemos até ir um pouco para lá disso. 

R – O andebol poderá ter um investimento ainda mais forte?

MA – Tenho uma história curiosa em relação ao andebol e por isso gosto muito de andebol. Fui jogador de andebol nos Ídolos da Praça e no ano em que tenho a possibilidade de representar o Vitória, o clube acaba com a secção de andebol. Foi a coisa que me deixou mais triste foi o facto de eu nunca poder ter a possibilidade de representar o Vitória enquanto atleta. Por isso, o andebol terá todo o meu apoio. Uma coisa possa garantir: o andebol nunca poderá passar pelas dificuldades que passou. Já estamos a trabalhar para arranjar investimento para o andebol. Este época já o conseguimos fazer.

Por Flávio Miguel Silva e Ricardo Lopes Pereira
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de V. Setúbal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.