Mauro de Almeida: «Sporting e Benfica não podem ter todos os jogadores»

Candidato à presidência aborda formação em Setúbal

• Foto: Vítor Chi

R – De que forma é que o V. Setúbal pode rivalizar com Sporting ou Benfica, clubes que estão sediados na região e serão mais atrativos?

MA – Tanto o Sporting como o Benfica não podem ter todos os jogadores. Há pouco tempo nós tivemos o caso do André Horta que foi dispensado do Benfica e veio para o Vitória e foi aqui que se evidenciou. Por isso, nós ficando com as segundas linhas, já vamos conseguir , de certeza absoluta, criar jogadores. Com todo o respeito por Benfica e Sporting, que é verdade que formam jogadores, mas não conseguem agregar todos. Nós ficando com outros jogadores, acredito que iremos conseguir [captá-los]. Falando noutra situação, se o Vitória começar a apostar na formação, são os próprios jogadores e os próprios empresários que querem ter os jogadores num clube que aposta nesses formandos. Era o que acontecia há pouco tempo no Sporting e agora a situação inverteu-se a favor do Benfica que aposta mais nos miúdos. Se calhar, os próprios pais querem que eles vão para o Benfica ao invés do Sporting.

R – É necessário para isso melhorar as infraestruturas para tornar o projeto mais atrativo?

MA – É isso que pretendemos. Não podemos continuar a ter as infraestruturas que temos. Queremos ter pelo menos três campos para que a formação possa trabalhar.

Por Flávio Miguel Silva e Ricardo Lopes Pereira
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de V. Setúbal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.