SAD reitera confiança em José Couceiro

O técnico está em rutura com alguns elementos da estrutura, mas reúne condições para ficar

• Foto: Ricardo Nascimento

Apesar do mau momento que o V. Setúbal atravessa – dois triunfos em 11 jornadas da Liga NOS e caiu para a 15ª posição após os desaires com Portimonense (5-2) e Aves (0-1) –, o sentimento entre os responsáveis do clube é de que José Couceiro reúne condições para continuar à frente da equipa apesar de a situação ser delicada. "Couceiro é treinador do Vitória e a prová-lo está o facto de ter orientado hoje (ontem) o treino", frisou a Record fonte do clube.

Essa mensagem foi, aliás, transmitida ontem de manhã pela administração ao treinador na reunião que sentou ambas as partes à mesma mesa. Ao que o nosso jornal apurou, o apelo que José Couceiro fez no final do jogo com o Aves para uma reflexão conjunta sobre o atual estado de coisas prende-se com a rutura do técnico com alguns elementos da estrutura, que não acompanha o desejo do treinador de elevar o nível de exigência no clube, facto que lhe provoca uma certa desilusão.

A direção liderada por Fernando Oliveira, que apostou esta temporada novamente em José Couceiro (já tinha sido o homem do leme em 2013/14 e 2016/17, bem como durante o mandato de Chumbita Nunes, em 2004/05), continua a ver no treinador o homem indicado para levar a nau a bom porto, inclusive no triplo confronto que se aproxima diante do Benfica (Taça de Portugal, Liga NOS e Taça CTT).

Registo animador

Não obstante o calendário difícil que tem pela frente – depois das águias recebem o V. Guimarães e deslocam-se ao Dragão para medir forças com o FC Porto –, os bons resultados obtidos com emblemas que estão na frente da classificação são um indicador positivo para os embates complicados que aí vêm.

É que os únicos dois triunfos dos sadinos na prova foram diante de Sp. Braga (2-0) e Marítimo (3-1), clubes que estão na 4ª posição da Liga NOS. José Couceiro, que está à frente do V. Setúbal há quase ano e meio (foi apresentado a 25 de maio de 2016), tem a sua terceira experiência nos sadinos, depois de 2004/05 e 2013/14.

Por Ricardo Lopes Pereira e Nuno Miguel Ferreira
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de V. Setúbal

Notícias

Notícias Mais Vistas