Só 16 têm contrato válido

Remodelação do plantel

• Foto: Rui Minderico

Apenas 16 dos 29 jogadores que formaram o plantel do V. Setúbal em 17/18 têm contrato válido. Porém, com a chegada de Lito Vidigal – que quer reforçar todos os setores e implantar a sua ideia de jogo – o vínculo existente não é, de todo, sinónimo da continuidade no Bonfim.

Na baliza, com a saída de Pedro Trigueira, Cristiano (o mais utilizado) e Miguel Lázaro (cedido, em janeiro, ao Olímpico Montijo) são os guarda-redes com contrato, até 2020 e 2019, respetivamente. Na defesa, os centrais Vasco Fernandes, Pedro Pinto e Nuno Reis e os laterais André Sousa e Nuno Pinto têm mais dois anos de ligação ao clube, que procura mais opções. Com apenas uma partida esta época, o futuro de Luís Felipe, que, em janeiro, assinou até 2019, não deverá passar pelo Bonfim.

No meio-campo, Lito Vidigal tem várias opções que transitam: Podstawski, André Pedrosa, Semedo, Adebanjo, Costinha e Rafinha tentarão convencer o técnico, que já reforçou o sector com Nuno Valente (ex-Arouca), a dar-lhes um lugar no onze. Mais desfalcado está o ataque que conta apenas com Emrah Bassan e Allef.

Por Ricardo Lopes Pereira
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de V. Setúbal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.