Talismã Bonilha é sinónimo de pontos

Brasileiro voltou à titularidade e confirmou uma tendência curiosa desta temporada

• Foto: Luís Manuel Neves

João Carvalho foi o herói do encontro com FC Porto, mas o empate alcançado em pleno estádio do Dragão teve outro... talismã. Perante a indisponibilidade de Mikel Agu - emprestado pelos dragões -, José Couceiro promoveu o regresso ao onze de Nenê Bonilha e o brasileiro confirmou uma curiosidade interessante, que tem vindo a revelar-se esta temporada: sempre que é titular no campeonato, os sadinos… não perdem.

Nas seis partidas em que o médio fez parte das opções iniciais do treinador - foi lançado a partir do banco em mais seis ocasiões -, o V. Setúbal registou três vitórias (Belenenses, Moreirense e Benfica) e outros tantos empates (Feirense e FC Porto, contra os azuis e brnacos tanto no Bonfim como no Dragão).

A título individual, e segundo dados da GoalPoint, nesta série o brasileiro, de 25 anos, foi eleito o melhor jogador em campo frente ao Belenenses (2-0), na jornada inaugural, e diante do Benfica (1-0), naquela que foi a última aparição do brasileiro no onze.

Um mês e meio depois, José Couceiro voltou a apostar em Bonilha para onze, aproveitando a capacidade técnica do brasileiro para segurar a bola nos momentos de posse. O camisola 8 deu uma boa resposta e, além de ter iniciado a jogada que viria a culminar no golo de João Carvalho, desempenhou um papel importante na ligação entre o meio-campo e o ataque sadino, acrescentando qualidade na circulação de bola e, juntamente com Costinha e Fábio Pacheco, ajudando a travar as ações do setor intermédio azul e branco, nomeadamente, de Óliver Torres.

Futuro em aberto

Contratado no último verão, após o fim da ligação ao Nacional, Nenê Bonilha iniciou a época como titular, mas foi perdendo espaço com o passar do tempo. Segundo Record apurou, o brasileiro esteve mesmo perto de deixar o Bonfim no mercado de inverno, mas o carinho pela clube e pela cidade falou mais alto. Bonilha preferiu ficar para ajudar o V. Setúbal e nem a menor utilização afetou o rendimento jogador, que continua a ter vários clubes interessados, não só no Brasil, onde se mantém bem cotado, como também na Europa. Apesar de ter mais um ano de contrato, a continuidade de Bonilha nos sadinos é ainda um dado incerto.

Por Fábio Aguiar
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de V. Setúbal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.