Ricardo Delgado: «Queremos colocar o Atlético onde merece»

Assume objetivo de acordar o histórico de Alcântara após romper com a SAD

• Foto: Vítor Mota
PUB

"Vamos reativar o velho Atlético!" Foi com este lema e foco que Ricardo Delgado assumiu a presidência do Atlético, há 14 meses, sendo o grande objetivo tirar o emblema de Alcântara dos Distritais. "Temos mais três anos de mandato e o nosso principal desejo é deixar o Atlético no seu lugar, ou seja, os campeonatos nacionais", sublinha o dirigente.

O Atlético, recorde-se, competia na 2ª Liga na época 2015/16 e agora prepara a participação na Divisão de Honra da AF Lisboa. Como é que um histórico do futebol português chegou a este ponto? "Em termos desportivos, o clube não estava preparado para disputar uma 2ª Liga devido às consequências dos problemas financeiros que atravessava, muito devido às divergências com a SAD com as quais ainda lidámos", explica o presidente.

Desde que assumiu o comando dos destinos do Atlético, Ricardo Delgado, de 40 anos, travou uma luta para afastar a SAD, liderada pelos chineses da ANPING, algo que conseguiu no mês passado. "Encarámos esse problema de frente. Tendo esbarrado numa série de silêncios e omissões, não nos restou outra alternativa que não requerer a insolvência da mesma, processo que culminou com a sentença nesse sentido", refere o dirigente, acrescentando: "Estamos confiantes no futuro, pois o clube tem novamente o destino nas suas próprias mãos."

Apesar de pretender encetar uma nova fase, Ricardo Delgado recusa o termo ‘renascer’. "O Atlético não morreu nem nunca irá morrer", justifica, preferindo falar em reativar o clube que tem estado adormecido. "Estamos a reorganizar-nos e só vemos uma coisa à frente, que é a subida de divisão", garante o dirigente, deixando um apelo aos sócios. "Vamos ser do Atlético, vamos acordar este amor e, todos juntos, colocar o clube onde pertence."

Por Pedro Filipe Pinto
Deixe o seu comentário
PUB