Bruno Canastro: «Polémica é o preço de ter o Madureira»

Presidente argumenta que há uma estratégia para denegrir o Canelas

• Foto: Luís Vieira

Foi quase com um sorriso nos lábios que Bruno Canastro, presidente do Canelas 2010, abordou a questão da polémica, como apelida todo o contexto em torno da coletividade gaiense. Não por ironia, como fez questão de salientar, mas porque é um problema que praticamente nasceu com o clube. Mais concretamente desde 2011, quando os canelenses, outrora uma das equipas mais emblemáticas de Vila Nova de Gaia, decidiram consumar o regresso ao futebol depois do hiato de 9 temporadas por força dos problemas financeiros que levaram o Canelas a ressurgir com um nome diferente.

"A falta de comparência é o pior que nos podem fazer, mas é o preço de termos cá o Madureira e outros três Super Dragões", comentou Bruno Canastro, para logo de seguida sair em defesa dos seus jogadores e da "ausência de factos" que também já levou Arcozelo e Leça do Balio, em épocas transatas, a não comparecer aos jogos.

"O nosso sucesso gera incompreensão e os argumentos de violência e ameaças são as desculpas de quem tem grandes orçamentos e não está a ter resultados", começou por mencionar o líder canelense, sem problemas em admitir que "os jogadores do Canelas 2010 são duros": "Somos uma equipa forte dentro de campo, mas nada disso é suficiente para os presidentes dizerem que os seus jogadores têm medo. Há meios próprios para tudo aquilo que somos acusados, mas em quatro anos não há um único relatório oficial a dar conta de problemas. Seja de disciplina, de arbitragem. Mais, em todos os jogos há uma força policial responsável e se há petardos ou violência levanta-se um auto, mas até hoje também nada, como também não há registo de nenhum jogador que tenha deixado de ir trabalhar à segunda-feira depois de um jogo contra o Canelas ou de ter sido agredido porque nos marcou dois golos."

Desabafos que levam Bruno Canastro a depreender que "os clubes refugiam-se no Fernando Madureira para extrapolar e denegrir o Canelas. Tudo o que eu vejo no final dos desafios são os jogadores adversários a pedir para tirar selfies com o Madureira", asseverou Bruno Canastro, que apenas não teve argumentos para os motivos que levaram 90 por cento dos árbitros da respetiva categoria da AF Porto a vetar o Canelas 2010: "Esse é um assunto que desconheço."

Por Pedro Malacó
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Coluna Distrital

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.