António Simões: «Depois de Eusébio, Jordão foi o português com mais talento naquela função»

Antigo internacional não esconde tristeza na hora do adeus a figura ímpar do futebol

António Simões lamentou esta sexta-feira a morte de Rui Jordão, antigo internacional português que faleceu hoje aos 67 anos. 

"Desportivamente, desapareceu quando deixou os relvados e refugiu-se nesse talento [pintura], nessa capacidade. O que é um exemplo extraordinário. Depois de Eusébio, foi o português que vi jogar com mais talento naquela função. Simplesmente, extraordinário. Estou triste, desapontado, porque partiu tão cedo. Cada vez que vai um embora é um bocadinho de mim que também vai embora", revelou o antigo jogador à Sport TV.

5
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Futebol Nacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.