Carlos Severino recorda Jordão: «Jogador de grande classe e uma pessoa boa»

Ex-candidato à presidência do Sporting relembra momentos que passou com a ‘Gazela de Benguela’

• Foto: DR

Rui Jordão faleceu esta sexta-feira aos 67 anos, no Hospital de Cascais onde estava internado devido a um problema cardíaco. O antigo jogador transferiu-se em 1977 para o Sporting e tornou-se numa das mais míticas figuras dos leões.

Carlos Severino, ex-candidato à presidência leonina, recorreu ao Facebook para recordar Jordão como um jogador de grande classe e um homem bom, que pertiu permaturamente aos 67 anos.

Leia a mensagem na íntegra:

"SPORTING: ATÉ SEMPRE, JORDÃO...

Jordão 'partiu', prematuramente, aos 67 anos. Foi um jogador de grande classe e uma pessoa boa que nunca, no pós carreira futebolística, se colocou em bicos de pés reivindicando fosse o que fosse! Dedicou-se então à pintura e, tal como no futebol, tinha muito jeito. 'Joguei' por uma equipa de jornalistas contra uma formação de grandes craques, mesmo com as botas penduradas, em 1993. Entre eles lá estava Jordão que me calhou em 'sorte' marcar. Lembro-me de correr atrás dele desde o meio campo até à linha final onde, de carrinho, consegui 'evitar' o cruzamento, mas fiquei sentado no relvado uns quantos minutos, com a língua de fora... Bom, agora é tempo de chorar a 'partida' de um Homem bom que nos animou, os que gostam de futebol, com os seus golos e a sua genialidade. Até sempre, Jordão..."

Rui Jordão, a 'Gazela de Benguela' que se tornou uma lenda

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Futebol Nacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.