Casuals são o maior problema

Antropólogo Daniel Seabra apresentou esta tarde o livro “Claques de Futebol - O Teatro das nossas realidades”

• Foto: Ricardo Jr

O Auditório da Assembleia Municipal de Gaia recebeu esta tarde a apresentação do livro "Claques de Futebol - O Teatro das nossas realidades", que resultou da tese de doutoramento do antropólogo Daniel Seabra.

O investigador sustentou a ideia de que há um "problema casual em Portugal". "As ciências sociais e o seu estudo são muito importantes e, no que toca este tema das claques, creio que hoje em dia temos um problema casual em Portugal. É o que está a acontecer com os No Name Boys. Não os considero uma claque", afirmou Daniel Seabra.

"Muitas das opiniões que temos sobre as claques são formadas com base no que a comunicação social relata sobre as mesmas e não pelo contacto direto com elas. Isso é simplista, redutor e generalizador. Espero que esta obra seja um contributo para a factualidade através de uma descrição detalhada dos factos", acrescentou o autor, cuja obra tem como objeto de estudo quatro claques: os Super Dragões, os Colectivo Ultras 95, as Panteras Negras e a Alma Salgueirista.

Presente na sessão esteve Vítor Baía, que louvou a publicação. "Esta é uma temática de grande interesse, estamos perante um trabalho científico de eleição, que nos leva a uma reflexão que tem de ser feita", considerou o ex-internacional, que foi um dos prefaciadores da obra. 

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futebol Nacional

Notícias

Notícias Mais Vistas