Estoril vence Belenenses na apresentação dos azuis

Um golo de Allano (0-1) decidiu no Restelo

• Foto: Pedro Simões

O Estoril conquistou esta quarta-feira o Troféu Vicente Lucas de futebol, ao vencer o Belenenses, por 1-0, no Estádio do Restelo, graças a um golo de Allano, no jogo que também serviu de apresentação dos azuis aos sócios.

O extremo brasileiro marcou o único tento aos 15 minutos, naquela que foi a última partida de preparação de ambas as equipas antes da estreia na Liga NOS, sendo que o Belenenses joga no reduto do Rio Ave, no dia 7 de agosto, enquanto que o Estoril visita o FC Porto, dois dias depois.

Com seis reforços na equipa titular, os azuis acabaram por desiludir os adeptos que se deslocaram ao Restelo, não tanto pelo resultado, mas mais pela falta de acutilância ofensiva, que voltou a ficar muito aquém do esperado, à semelhança do que tinha sucedido no sábado, diante do Real Massamá.

Por seu lado, o Estoril voltou a confirmar os argumentos que lhe valeram um bom desempenho na parte final do campeonato transato, com particular destaque para a qualidade individual de Allano e Carlinhos, dois autênticos 'quebra-cabeças'.

A dupla construiu mesmo o tento inaugural, anotado por Allano, ao quarto de hora, e esteve na origem de outros lances de perigo para a baliza de Muriel, que, pouco depois, teve de se aplicar para evitar o golo de Kléber.

Do lado do Belenenses, Jesús Hernández mostrou-se perdulário nas duas situações de que dispôs, uma em cada parte, mas também André Sousa ficou perto do golo, não fosse uma intervenção decisiva de Moreira, em cima do intervalo.

O conjunto de Belém arrancou a segunda parte com três centrais, sistema que parece estar a ganhar cada vez mais seguidores nos últimos tempos. Se a opção de Domingos Paciência se revelou acertada em termos defensivos, uma vez que o Estoril não mais criou perigo, o mesmo não se poderá dizer na vertente ofensiva, dada a ausência de oportunidades para os 'azuis'.

A etapa complementar foi, de resto, bastante menos emotiva, também por culpa das muitas alterações operadas no Belenenses, que apenas no tempo de compensação ameaçou o empate, mas Moreira voltou a impor-se na baliza estorilista e segurou o triunfo da formação da Linha.

Jogo realizado no Estádio do Restelo, em Lisboa.

Belenenses -- Estoril Praia, 0-1.

Marcadores:

0-1, Allano, 15 minutos.

- Belenenses: Muriel (Filipe Mendes, 73), Pereirinha (Sasso, 46), Cleylton (Nuno Tomás, 62), Gonçalo Silva, Florent (Tiago Caeiro, 73), Persson (Filipe Chaby, 62), Tandjigora, André Sousa (Femi, 73), Diogo Viana (João Diogo, 77), Roni (Juanto, 46) e Jesús Hernández (Maurides, 61).

(Suplentes: Filipe Mendes, Ricardo Fernandes, João Diogo, Nuno Tomás, Femi, Juanto, Filipe Chaby, Maurides e Tiago Caeiro).

Treinador: Domingos Paciência.

- Estoril Praia: Moreira, Mano, Pedro Monteiro, Gonçalo Brandão, Joel, Eduardo, Lucas Evangelista (Diakité, 90+1), Allano (Aylton, 80), Carlinhos (Wesley, 80), Mateus Índio (Jorman, 60) e Kléber.

(Suplentes: Thierry, Luís Ribeiro, João Gurgel, Gustavo Tocantins, Diakité, João Oliveira, Duarte Valente, Wesley, Jorman e Aylton).

Treinador: Pedro Emanuel.

Árbitro: João Capela (AF Lisboa).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Roni (34) e Pedro Monteiro (51).

Assistência: cerca de 2.000 espetadores.

Por Lusa e André Ferreira
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futebol Nacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.