'Expresso' revela offshore de André Geraldes nas Seichelles

Em causa o recebimento de 250 mil euros do Portimonense por parte do antigo diretor desportivo do Sporting

• Foto: Pedro Ferreira
O jornal 'Expresso' revela este sábado que o empresário brasileiro Teo Panagopoulos, dono do Portimonense, terá dado em fevereiro de 2018 uma ordem de transferência de 250 mil euros para uma conta de um banco em Porto Rico, controlada por André Geraldes (então diretor desportivo do Sporting), através de uma companhia offshore sediada nas Seicheles. Os factos resultam do cruzamento de dados dos 'Pandora Papers' e dos 'Football Leaks'.

Geraldes, atual presidente da SAD do Estrela da Amadora, explicou ao 'Expresso' que o valor da transferência "nunca chegou a ser rececionado" nem se realizou "qualquer negócio". O 'Expresso' lembra que o Sporting assinou um acordo de scouting com uma empresa de Teo Panagopoulos e que a 31 de janeiro de 2018 os leões compraram ao Portimonense 50 por cento do passe de Lumor. Geraldes rejeita qualquer associação entre esses factos.

Rui Pinto, o criador do 'Football Leaks', já se pronunciou sobre a notícia nas redes sociais.





Por Record
24
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futebol Nacional

Notícias

Notícias Mais Vistas