Graça Freitas e o regresso do público aos estádios: «Não será certamente nos próximos tempos»

DGS está preocupada com o impacto que terá o regresso às aulas

• Foto: Lusa

A diretora geral da saúde avisou esta quarta-feira que os estádios vão continuar sem público nos próximos tempos. Num dia em que Portugal registou 646 casos e três mortes por covid-19, Graça Freitas lembrou que com o regresso às aulas haverá uma grande mobilidade de pessoas no país e é preciso avaliar que impacto esse retorno dos estudantes, professores e pais à normalidade terá nos números.

"A mobilidade gera mais contactos e o aumento do número de casos, ainda mais quando na Europa se verifica um movimento no mesmo sentido. Por precaução o Governo ja tinha tomado a decisão de voltarmos à situação de contingência", começou por analisar Graça Freitas na conferência de imprensa desta tarde. 

"O regresso às escolas vai mobilizar muita gente e manda a prudência que nestas alturas não ensaiemos outras medidas que possam levar a mais contactos. No que diz respeito a abertura das discotecas e a presença de público nos estádios, não será certamente nos próximos tempos. Temos de ver como vai ser o regresso às aulas e o impacto que terá nos números", explicou.

Por Record
19
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futebol Nacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.