Joaquim Evangelista: «Futuro há de fazer justiça ao Sindicato»

Presidente tem sentido a organização dos Jogadores atingida por "alguns clubes" e deixa mensagem forte

Joaquim Evangelista, presidente do Sindicato de Jogadores, foi alvo de algumas críticas nos últimos tempos, nomeadamente por parte de Pinto da Costa, que não gostou de ver Joaquim Evangelista, numa entrevista à RTP3, afirmar que os jogadores não estão na disposição de regressar à competição sem haver regras bem restritas de segurança e higiene e que não coloquem em causa a saúde dos próprios atletas.

Quando comentava a Record o recente acordo, divulgado pelo nosso jornal, entre os jogadores do Boavista e a SAD para o corte de ordenados, o líder do Sindicato não pretendeu responder a quem quer que seja, pois não sente necessidade disso, fazendo questão de focar isso, mas mesmo assim o líder do Sindicato deixou uma mensagem bem forte e que, de alguma forma, é também uma resposta aos críticos.

"Nós temos ajudado e servido de apoio a todos os clubes, de uma maneira geral, nesta fase em que se nos colocam novos e muitos problemas para resolver. O Sindicato está atento a tudo, como já demos mostras, mas nem sempre tem sido bem tratado nesta fase por alguns clubes. O futuro há de fazer-lhe justiça e devo dizer, já agora, que os clubes têm capitães de grande honra, com enorme sentido de responsabilidade e que têm estado à altura deste momento", registou Joaquim Evangelista.

Por António Mendes
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futebol Nacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.