Liga reuniu com médicos dos clubes para reforçar procedimentos de segurança

Encontro decorreu por videoconferência com presença do pneumologista Filipe Froes

A Liga Portugal reuniu esta quarta-feira por videoconferência com os responsáveis médicos e do futebol dos emblemas que disputam a Liga NOS e a 2.ª Liga, no sentido de reforças os procedimentos de segurança face à evolução da pandemia da Covid-19. 

A reunião contou com a presença de Filipe Froes, pneumologista e consultor da Liga Portugal, que deixou uma série de recomendações aos clubes, lembrando que todos estão "a jogar em equipa" contra o vírus. Os clubes devem respeitar as 'bolhas' e continuar a apostar no rigor, quer nos códigos de conduta assinados, quer na execução dos testes de despiste à Covid-10, sendo que nesta altura algumas equipas já estão a usar testes rápidos de antigénio, em simultâneo com os tradicionais.

No final da reunião, Filipe Froes frisou a necessidade de "jogar na antecipação". "Temos de adotar todas as medidas preventivas e sempre com 'pressão alta' sobre o vírus. Não podemos deixar o vírus jogar!", rematou o Diretor da Unidade de Pneumologia do Hospital Pulido Valente e também coordenador do Gabinete de Crise da Ordem dos Médicos para a Covid-19.

Já Sónia Carneiro, diretora executiva da Liga, defendeu que "é preciso apertar os procedimentos, respeitar as 'bolhas' e minimizar os contactos dos elementos que não são testados com os nossos jogadores". "Há um código de conduta que deve, obrigatoriamente, ser respeitado. Sabemos o que custa a todos estas regras, mas estamos todos a lutar pelo Futebol e pela sua sustentabilidade. Os clubes são responsáveis pelo cumprimento do código sanitário, em primeiro lugar por questões de saúde pública, mas também porque queremos continuar a ser um exemplo para a sociedade ", concluiu a responsável.

Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futebol Nacional

Notícias

Notícias Mais Vistas