'Operação Matrioskas': Primeiro arguido já foi ouvido

Diretor financeiro da SAD da U. Leiria presente ao juiz

Agentes da Judiciária durante as buscas em Leiria
• Foto: Lusa

O diretor financeiro da SAD da U. Leiria, Pedro Violante, foi interrogado esta quinta-feira no Tribunal Central de Instrução Criminal de Lisboa, no âmbito da 'Operação Matrioskas', que investiga suspeitas de lavagem de dinheiro proveniente de crime organizado na Rússia.

À saída do tribunal, José António Barreiros, advogado de defesa de Pedro Violante, precisou que o seu constituinte "já foi ouvido", seguindo-se o interrogatório de outros arguidos do processo.

Além de Pedro Violante, também o presidente da SAD da U. Leiria, Alexander Tolstikov, e um assessor deste empresário russo foram detidos na terça-feira pela Polícia Judiciária.

Questionado sobre se espera que Pedro Violante venha a permanecer em prisão preventiva no final do interrogatório judicial, José António Barreiros respondeu: "Espero que não".

Dutante a manhã de hoje efetuou-se a identificação dos arguidos, tendo as inquirições começado já durante o período da tarde.

Os interrogatórios devem prosseguir na sexta-feira, altura em que deverão ser conhecidas as medidas de coação.

As detenções, na noite de terça-feira, ocorreram no âmbito da 'Operação Matrioskas', que conta com mais três arguidos: a SAD e o clube e um advogado com escritório em Lisboa.

Os três suspeitos foram detidos horas após as autoridades terem realizado buscas às SAD (Sociedades Anónimas Desportivas) de U. Leiria, Sporting e Benfica e ao estádio do Sp. Braga.

Em causa estão suspeitas da prática de factos suscetíveis de integrarem os crimes de fraude fiscal, associação criminosa, branqueamento de capitais, corrupção e falsificação de documentos.

Por Lusa e Ricardo Granada
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futebol Nacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0