Pedro Proença sobre a continuidade do futebol: «Decisão sensata e legítima»

Presidente da Liga destacou o esforço de todos os intervenientes

Após o primeiro-ministro António Costa ter garantido a continuidade do futebol neste próximo período de confinamento, o presidente de Liga Portugal, Pedro Proença, congratulou a decisão do governo nas redes sociais, apelidando-a de "sensata e legítima".

A publicação:

"Confirmando a nossa firme convicção, o Futebol Profissional vai prosseguir a sua atividade, apesar do novo período de recolhimento obrigatório que teve de ser decretado, por força do aumento exponencial dos números decorrentes da pandemia no nosso país.

Esta acaba por ser a decisão mais sensata e legítima, corolário de toda uma atitude responsável, rigorosa e previdente adotada pela Liga Portugal e pelos seus clubes e profissionais. Foi este, de resto, e em diálogo permanente com as autoridades sanitárias e governamentais, o desígnio assumido transversalmente desde o início pelo Futebol Profissional: testar, prevenir, proteger. Tendo mantido ao longo de todo o processo um comportamento absolutamente exemplar e adotado todas as medidas para manter em segurança todos os envolvidos, faz todo o cabimento que as três competições profissionais (Liga NOS, Liga Portugal 2 SABSEG e Allianz Cup) sejam autorizadas a prosseguir a sua atividade.

De salientar ainda, no âmbito de toda esta conjuntura muito particular, todo o esforço desenvolvido e o trabalho absolutamente meritório e, acima de tudo, competente desenvolvido e realizado pela Federação Portuguesa de Futebol.

Os tempos são de particular apreensão e todo o país estará sujeito a exigentes sacrifícios em prol de valores mais altos: a saúde pública e o bem-estar comum.

Que seja pelo melhor!"

Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futebol Nacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.