Rogério Alves diz que o segredo de Justiça é uma "figura ridícula"

Foi orador no International Club of Portugal

• Foto: Pedro Ferreira

Rogério Alves, antigo presidente da assembleia geral do Sporting, considerou o segredo de Justiça "uma figura ridícula" uma vez que não é respeitada. O advogado foi o orador convidado pelo International Club of Portugal, tendo exposto preocupações relativamente à judicialização nas mais diversas áreas da sociedade, da política ao desporto. "Nos tempos que correm, tudo resulta num processo ou ameaça de processo, interessando mais saber se alguém é arguido em vez de se apurar se portou bem ou mal", observou.

No dia em que foi noticiado que Bruno de Carvalho foi constituído arguido, e após ter referido que "hoje em dia quem é arguido fica impedido de ser alguém na vida pública", Rogério Alves comentou que "atualmente a circunstância de ser arguido é vulgar".

Apesar de crítico em relação ao julgamento que se faz no debate público, Rogério Alves entende que a "comunicação social é livre de abordar todos os assuntos"e que desempenha papel importante "no sentido de fazer com que interesses obscuros venham à tona de água".

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futebol Nacional

Notícias

Notícias Mais Vistas