Vídeo-árbitro: quanto vai custar na próxima época

Federação assume todas despesas do primeiro ano de testes

• Foto: EPA

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) aponta para gastos a rondar os 900 mil euros para a aplicação do vídeo-árbitro em todos os jogos da Liga da próxima temporada.

O organismo assumiu a totalidade das despesas da introdução da tecnologia no campeonato de 2017/18 e, de acordo com o orçamento que foi enviado aos delegados, antecipa despesas totais de 6,5 milhões de euros com arbitragem. Este valor é cerca de 900 mil euros superior ao orçamentado no ano passado e explica-se precisamente com o vídeo-árbitro.

Esta verba engloba também os honorários que forem pagos aos árbitros para desempenharam o papel de vídeo-árbitro. Os juízes de campo continuarão a ser pagos pela Liga.

A partir de 2018/19, os custos do recurso ao vídeo-árbitro em jogos do escalão principal terão de alvo de entendimento entre a FPF e a Liga, responsável pela organização das competições profissionais.

Por Sérgio Krithinas
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futebol Nacional

Notícias

Notícias Mais Vistas