Villas-Boas: «Quero treinar mais 3 ou 4 anos, fazer um Mundial e dedicar-me a outra coisa»

Técnico esteve no encerramento da pós-graduação em Organização e Gestão promovida pela Liga

André Villas-Boas marcou esta quarta-feira presença na aula de encerramento da pós-graduação em Organização e Gestão no Futebol Profissional, promovida pela Liga Portugal, onde abordou os seus planos a curto-médio prazo. 

"Quero mais três ou quatro anos de carreira como treinador, fazer um Mundial e depois dedicar-me a outra coisa", referiu o técnico, de 43 anos, que está atualmente sem clube após a saída do Marselha, em fevereiro.

Villas-Boas, que já admitiu uma eventual candidatura à presidência do FC Porto, vê-se a trabalhar em áreas relacionadas com a organização e a gestão de um clube. "Quero agarrar-me ao enorme talento que temos para o scouting, ser eticamente correto e potenciar os bons gestores que temos de forma a conseguir sucesso desportivo e viabilidade económica", referiu o técnico, considerando ainda que um líder deve ter como principais caraterísticas o "carisma, capacidade de comunicação e capacidade de reinventar novos objetivos". "Diferentes personalidades obrigam a diferentes tipos de líder. Criar empatias faz toda a diferença", acrescentou.

A sessão contou ainda com a presença do presidente do Paços de Ferreira, Paulo Meneses, que entre outros temas abordou o modelo de gestão do emblema pacense.  





Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futebol Nacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.