Tiago Fernandes: «Não estávamos obcecados com o recorde»

Técnico exalta feito mas já pensa na fase de apuramento do campeão

• Foto: Luís Manuel Neves

Tiago Fernandes levou em 2015/16 o Sporting ao segundo lugar do Apuramento de Campeão do campeonato de juniores, ficando apenas a um ponto do título que acabou nas mãos do FC Porto. Contudo, o técnico dos leões classifica a temporada como "positiva" mas na presente pretende fazer ainda melhor. "Temos consciência que a fase final é o momento mais alto da época", começou por dizer a Record.

O técnico português, de 35 anos, cumpre a sua segunda temporada ao leme da equipa de juniores e sublinhou que há coisas que se alteraram em poucos meses até porque o lote de jogadores que tem à sua disposição é diferente.

"As ideias e o modelo de jogo mudaram um pouco em função dos jogadores. As características são diferentes. Tento retirar o máximo de cada um deles, fazendo uma equipa forte e coesa, esperando que saiam valorizados a jogar dessa forma", referiu, salientando que alcançar a melhor primeira fase de sempre de um nacional de juniores "passou a ser um objetivo a seis jornadas do fim". "Transmiti-lhes a mensagem de que, já que estamos tão perto, devíamos atacar tudo e vamos conseguir ficar na história do futebol português. Nunca influenciou as minhas opções em relação a jogadores. Todos os jogadores deste plantel já foram titulares uma vez e isso não acontece em muitas equipas", explicou, concluindo depois a ideia:

"Não estávamos obcecados com o recorde e as coisas foram acontecendo naturalmente. Já tinha trabalhado com eles nos escalões sub-14 e sub-15. A união, espírito de grupo, o crer, a competência… os jogadores progridem técnica e taticamente dia após dia. Consegui criar laços de amizade e união que se transportam para dentro do campo.
Foi bonito conquistarmos isto mas o mais importante ainda está para vir", resumiu ainda o filho do mítico ex-avançado do Sporting, Manuel Fernandes.

Pedra no sapato

Em contraste com o percurso no campeonato nacional esteve a prestação na UEFA Youth League que Tiago Fernandes considera ter sido a "grande pedra no sapato" depois de terminar a fase de grupos no terceiro posto. "Apanhámos uma equipa como o Real Madrid que só para os juniores gastou 15 milhões de euros, o Borussia Dortmund e o Legia também eram excelentes equipas. Intrometemo-nos na luta e até à última jornada podíamos passar. Em Legia, tivemos duas vezes para marcar mas perdemos enquanto que o Real Madrid estava a vencer por 1-0 ao intervalo, com vantagem numérica, e acaba por perder 3-1. Não percebi nem sei o que se passou no jogo. Foi uma boa experiência para os jogadores e para mim também. Preparou-nos para a próxima onde já estaremos a um muito melhor nível.

Por Flávio Miguel Silva
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Juniores

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0