Vilafranquense apresenta-se na época 2021/22 a pensar na permanência

Treinador Gonçalo Toste assumiu a luta por todos os pontos durante a época

Gonçalo Toste encabeça equipa técnica do Vilafranquense.
Gonçalo Toste encabeça equipa técnica do Vilafranquense. • Foto: Vilafranquense
O Vilafranquense vai disputar em 2021/22 a segunda temporada seguida na primeira divisão do campeonato nacional de juniores, depois do cancelamento das provas de formação na época transata. Gonçalo Toste será o treinador principal e será coadjuvado por Ricardo Berto (treinador adjunto), Diogo Veríssimo (treinador adjunto), Gonçalo Silva (analista de jogo), Henrique Martins (preparador físico), Miguel Ferreira (treinador de guarda-redes), Miguel Carmo (fisioterapeuta) e João Pedro Loureiro (team manager).

A Record, o jovem técnico português, de 30 anos, apontou à importância de manter o nível do futebol vilafranquense num patamar cimeiro. "O objetivo passa claramente pela permanência, é muito importante para a formação de Vila Franca de Xira e a ligação aos seniores o facto de os juniores estarem num patamar tão alto. Sabemos que não temos a experiência e condições de outros clubes, mas vamos [jogar] humildemente e com muita vontade lutar por todos os pontos", garantiu Toste.

Fazer a nova época na 1ª divisão é para o Vilafranquense "uma responsabilidade acrescida pela visibilidade que tem". "A nossa forma de trabalhar e a exigência que colocamos no nosso trabalho não se altera pela divisão em que competimos. Tivemos a felicidade de não descer há dois anos e queremos muito deixar uma imagem diferente este ano. A direção tem feito um esforço para, dentro das limitações físicas que o clube tem, nos dar as melhores condições possíveis de trabalho. Com os seniores a jogar em Rio Maior, ficamos muito satisfeitos com o regresso do futebol e dos nossos adeptos a jogos em Vila Franca de Xira. Queremos ter uma prestação que dignifique e orgulhe a nossa cidade", assumiu o treinador que passou também pela equipa de juvenis dos ribatejanos no regresso ao Cevadeiro, em 2019.

Gonçalo Toste não escondeu que o "plantel é um pouco maior do que o normal" até porque o Vilafranquense tem "estar preparado para ocasionalmente ter algumas baixas" por conta da Covid-19. 

A época oficial deveria ter começado no fim-de-semana de 7 e 8 de agosto mas as duas primeiras jornadas acabaram por ser adiadas, frente a Amora e Nacional, face a casos de Covid-19. Por isso, o Benfica, adversário na 3ª ronda, será o anfitrião da formação de Vila Franca de Xira, algo que Toste encara com tranquilidade.

"É o adversário que o sorteio ditou, fosse agora ou mais para a frente teríamos de jogar com o Benfica. É um adversário difícil, mas vai fazer-nos crescer, dar estímulos e colocar dificuldades diferentes em relação ao que temos encontrado. São muitas destas experiências que nos fazem crescer. É, no fundo, isso que precisamos: crescer na exigência em contextos competitivos altos", referiu o treinador dos ribatejanos que viu a sua equipa vencer o Loures (3-0) no último teste antes do arranque oficial.

Plantel do Vilafranquense sub-19:

Guarda-redes: Rodrigo Santos (ex-Alverca), Tiago Santos e João Rodrigues;

Defesas: Tomás Ildefonso (ex-Sacavenense), Bernardo Pereira, Guilherme Brázia, Tiago Martins, Guilherme André, Rodrigo Pereira, Daniel Coelho, Vicente Braz (ex-Sacavenense);

Médios: Ricardo Cardoso, Américo Neves (ex-Corroios), João Costa (ex-Samora Correia), Francisco Moura (ex-Oriental), Rafael Santos, Tiago Santos, Lourenço Machado e Pedro Jesus;

Avançados: Edson Mucuana, Francisco Nunes (ex-Alverca), Pedro Costa (ex-Samora Correia), Filipe Cabaço, Eduany Tavares, Pedro Faísca e Rodrigo Luz.
Por Flávio Miguel Silva
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Juniores

Notícias

Notícias Mais Vistas