Pedro Santos assume o objetivo de se estrear esta época na equipa principal do Sp. Braga

Médio da equipa B dos minhotos foi titular nas quatro jornadas da Liga 3

Pedro Santos, médio da equipa B do Sp. Braga, tem 21 anos e foi titular nos quatro jogos dos minhotos na Liga 3. A cumprir a segunda época na formação secundária dos arsenalistas, depois de ter passado pelos sub-23 e sub-19, elevou a fasquia para esta época, colocando-a ao nível da sua ambição.

"Tenho como meta para esta temporada estrear-me na equipa A. Vou fazer tudo para que seja possível e se um dia o mister Artur Jorge precisar de mim estou cá para dar uma resposta", afirmou Pedro Santos esta sexta-feira, em declarações à NEXT, ele que já trabalhou sob o comando do atual treinador da equipa principal, tanto na B como nos sub-23 e nos sub-19.

Num plano mais coletivo, depois do empate com o Varzim e a derrota com o Vilaverdense, também fica ligado ao bom momento que o Sp. Braga B atravessa, ao ter participado nas vitórias sobre Canelas 2010 e Paredes.  

"Começámos com resultados que não queríamos, mas agora estamos numa fase de duas vitórias consecutivas. Acima de tudo, tem melhorado a nossa atitude. Temos sido mais equipa, mais coletivo, temos puxado mais uns pelos outros e isso tem-se refletido em campo, especialmente nestas duas vitórias seguidas", afirmou Pedro Santos.

E acrescentou: "O timing da paragem podia não ser o ideal porque estamos na senda de vitórias, mas acho que vai ser bom porque há sempre coisas a melhorar. Queremos ser ainda mais dominadores, ter mais o controlo do jogo, não precisávamos de sofrer tanto para vencer os últimos dois jogos e acreditamos que no futuro vamos conseguir resolver os jogos mais cedo. É para isso que vamos trabalhar."

Voltando ao plano mais pessoal, o jovem médio falou do facto de ter sido MVP frente ao Paredes. "Tive a felicidade de ser o Homem do Jogo, mas isso é fruto de tudo aquilo que fazemos como coletivo. Estou aqui para ajudar a equipa e o prémio vem por acréscimo. Sei onde estou neste momento, mas tenho as ideias bem vincadas para onde quero ir", vincou, já depois de ter admitido o objetivo de chegar à principal equipa dos minhotos.

"Até agora fiz quatro jogos a titular, preparei-me ao máximo nesta pré-época para estar aqui com um ritmo competitivo alto e tenho notado isso em todos os jogos. Tenho feito praticamente sempre os 90 minutos e sinto-me preparadíssimo fisicamente para o que há-de vir. Muita gente pergunta-me se as pilhas não acabam, mas isso é fruto daquilo que trabalho durante a semana, da vida que levo e as coisas acontecem", prosseguiu Pedro Santos, recuando ao tempo da chegada ao Sp. Braga para traçar as diferenças para o momento atual.

"Sou o mesmo Pedro de há cinco anos [quando chegou ao clube para os sub-19] que ambicionava estar cá hoje na equipa B e tenho crescido todos os dias a nível mental, técnico e espero continuar a crescer como jogador e como pessoa. Somos uns privilegiados por aquilo que são as condições da Cidade Desportiva porque não nos falta nada para podermos dar o nosso máximo", continuou o médio, para rematar de seguida.

"Sinto-me um guerreiro. É assim que me vejo. Mesmo não sendo de Braga, tenho as ideias, aquilo que são os ideais do clube muito presentes em mim. Por isso, sinto-me mesmo um guerreiro", concluiu Pedro Santos, que também passou, na formação, por FC Porto, Dragon Force, Feirense, Sanjoanense e P. Ferreira.
Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Liga 3

Notícias