Sacra: «No início foi difícil jogar por outro clube sem ser a UD Oliveirense»

Extremo fez grande parte da época ao serviço do Cesarense, equipa satélite dos oliveirenses

Sacra foi um dos convidados da edição desta sexta-feira do ‘Passe de Letra’, rubrica criada pela UD Oliveirense para dar a conhecer a rotina dos jogadores durante o período de isolamento social. O extremo explicou como têm sido os meses passados em casa e assumiu que a transição para o Cesarense, equipa satélite da UD Oliveirense, não foi fácil.

"No início foi difícil jogar por outro clube sem ser a UD Oliveirense, mas percebi que era algo que me ia ajudar. Tinha um amor grande pela UD Oliveirense, mas agora também tenho carinho pelo Cesarense. Muitos diziam que o Cesarense não iria conseguir ter uma boa equipa porque éramos muito jovens, mas isso serviu para nos motivar. Encarei isto como uma oportunidade e consegui jogar, que nesta fase é essencial", começou por explicar.

Dando alguns conselhos aos jogadores da formação d UD Oliveirense, o extremo de 20 anos destacou a importância que o facto de fazer a pré-época com a equipa principal da UD Oliveirense teve para si: "A pré-época foi muito profissional, foi uma novidade para mim. Foi um período exigente, mas ajudou-me a ver o que é a realidade do futebol profissional. Ajudou-me muito".

Sacra, que ainda não se estreou pela equipa principal da UD Oliveirense, concluiu explicando como tem passado o tempo em casa. "Não é fácil para ninguém, ainda para mais para um desportista, que está sempre habituado a estar no ativo. Tentei fazer alguns exercícios e manter-me motivado. A minha maior dificuldade foi fazer desporto sem companhia, era algo a que não estava habituado. Fui dando sempre a minha corrida e isso ajudou a espairecer", frisou.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de UD Oliveirense

Notícias

Notícias Mais Vistas