Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias. Seguir

João Mário abre porta de saída do Benfica

Médio está feliz na Luz e tem contrato até 2026 mas está disposto a ouvir propostas no verão

MEMORÁVEL. João Mário marcou 3 golos ao Inter e no final esteve com o empresário, Federico Pastorello
MEMORÁVEL. João Mário marcou 3 golos ao Inter e no final esteve com o empresário, Federico Pastorello
MEMORÁVEL. João Mário marcou 3 golos ao Inter e no final esteve com o empresário, Federico Pastorello
MEMORÁVEL. João Mário marcou 3 golos ao Inter e no final esteve com o empresário, Federico Pastorello
MEMORÁVEL. João Mário marcou 3 golos ao Inter e no final esteve com o empresário, Federico Pastorello
MEMORÁVEL. João Mário marcou 3 golos ao Inter e no final esteve com o empresário, Federico Pastorello

João Mário está disposto a ouvir propostas para deixar o Benfica no próximo verão, sabe Record. Ligado aos encarnados até 2026, o médio, de 30 anos, sente-se confortável e feliz de águia ao peito, mas reconhece que tem uma última oportunidade para fazer um contrato mais lucrativo. Assim, o camisola 20 ficará à espera dos eventuais interessados, sabendo que foi alvo de clubes do Médio Oriente na última janela de transferências De qualquer forma, o foco está agora no Benfica e uma saída já em janeiro está descartada.

O médio vê-se ainda com muito para dar aos encarnados e demonstrou-o anteontem com um hat trick frente um clube que representou no passado. De qualquer forma, o falhanço coletivo pela maneira como as águias desperdiçaram uma vantagem de 3 golos falou mais alto e o português, ainda de cabeça quente, nem sequer quis levar a bola do jogo, que lhe foi dada por Tengstedt. Mais tarde, acabou por receber outra.

“Deram-me uma bola cá dentro também. É sempre um momento histórico, mas estava um pouco frustrado pela segunda parte e com algumas decisões [de arbitragem]. Não quero falar muito sobre esse assunto. Estava frustrado, mas, obviamente, irei recordar uma noite histórica para mim”, sublinhou, à TNT Sports, do Brasil.

Ainda assim, João Mário reconheceu a raridade da sua façanha. “Entro num grupo muito pequeno e fico orgulhoso por isso e por tê-lo feito pelo Benfica”, assinalou o camisola 20, que é apenas o nono jogador na história do Benfica a assinar 3 ou mais golos num jogo da maior prova de clubes da UEFA.

O jogador das águias, de resto, teve direito a uma chuva de elogios em Itália, onde foi lembrada a passagem com pouco êxito pelo Inter. “A vingança é um pastel de bacalhau servido frio”, brincou o ‘La Gazzetta dello Sport’, que viu o jogador “rejeitado” no Inter e “ressuscitado” no Benfica. “João Mário precisava dos golos para suturar a ferida do passado, sará-la e tratá-la pelo que ela é: uma memória”, lê-se.

Por Nuno Martins e Rafael Soares
25
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas