Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias. Seguir

Sérgio Vieira: «Temos de ser mais competitivos, puxar mais e sermos mais agressivos»

Técnico do Estrela da Amadora reage à derrota (0-1) frente ao Moreirense, a quem atribui mais "experiência"

• Foto: Paulo Calado
Sérgio Vieira reagiu à derrota (0-1) do Estrela da Amadora na receção ao Moreirense e acabou por reconhecer que a sua equipa ainda tem que melhorar em alguns momentos do jogo e ser mais "competitiva".

"Faltaram vários pormenores. A nossa forma de entrar no jogo foi diferente do nosso adversário, do Moreirense. Sabíamos que iriam aproveitar os nossos erros. Soubemos reagir no momento da perda. O lance do golo é um dos lances que trabalhámos ao longo da semana. Trabalhámos o posicionamento estrutural dos centrais. Mas, perto do fim, foi uma falha nossa. Foi muito injusto. Sabíamos que isso poderia acontecer. O Moreirense é uma equipa muito agressiva, a prova disso é o lance da expulsão deles na ponta final. Conseguimos, na primeira fase de construção, circular bem a bola, mas depois na finalização não aconteceu. O Moreirense é uma equipa madura e experiente. É a equipa que mais faltas faz no campeonato. Temos de ser mais competitivos, puxar mais e ser mais agressivos, porque isso também inviabiliza algumas jogadas do adversário. Faz-nos falta também a criação de rotinas em campo", disse Sérgio Vieira, abordando ainda a ausência do guarda-redes António Filipe: "Sofreu um traumatismo num treino ao longo da semana. Não conseguiu ser opção. São situações que podem acontecer. Estamos com esse azar nas lesões traumáticas. Wagner entrou bem, joga bem com os pés e é ágil. Foi uma questão de infelicidade para Bruno Brígido e António Filipe e é opção para ele. Agora é o nosso primeiro guarda-redes."
Por Record e Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de E. Amadora

Notícias