Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias. Seguir

Sp. Braga demarca-se de episódio de violência após jogo de voleibol com FC Porto

Minhotos lamentam e repudiam o sucedido na noite de sábado e garantem colaboração com autoridades

• Foto: SC Braga
O Sp. Braga negou qualquer "associação" dos seus funcionários ao episódio de violência decorrido após o jogo de voleibol feminino entre os minhotos e o FC Porto na noite de sábado: um grupo de adeptos do FC Porto, que incluía famílias com crianças, foi atacado por alguns indivíduos encapuzados no exterior da Arena SC Braga. No interior do pavilhão decorreu tudo com normalidade, em ambiente de fair play, registando-se a confusão já no exterior depois de concluído o encontro que o FC FC Porto ganhou por 3-2.

"Face às informações tornadas públicas e na posse dos elementos recolhidos após as primeiras análises internas, o Sp. Braga lamenta e repudia os acontecimentos verificados fora do recinto desportivo e das instalações do clube (...) O Sp. Braga é solidário com os adeptos que tenham sido vítimas de qualquer tipo de agressão e reunirá nas próximas horas com as diversas entidades no sentido de aprofundar qualquer tomada de ação que evite tais ocorrências futuras, mesmo perante a evidência de que o controlo da via pública foge da sua esfera de competência. Importa clarificar, a bem do rigor, que é falsa e intolerável qualquer associação de funcionários do Sp. Braga aos factos verificados, tendo o debrief interno revelado que o clube adotou, em todos os momentos (pré, durante e pós-jogo), os procedimentos ao seu alcance no sentido de garantir as melhores condições de acesso e de permanência no recinto desportivo a todos os adeptos que se deslocaram à Arena SC Braga", pode ler-se.


Leia o comunicado na íntegra:

"Face às informações tornadas públicas e na posse dos elementos recolhidos após as primeiras análises internas, o SC Braga lamenta e repudia os acontecimentos verificados fora do recinto desportivo e das instalações do Clube, após o final do jogo frente ao FC Porto, a contar para o campeonato de voleibol feminino.

O SC Braga é solidário com os adeptos que tenham sido vítimas de qualquer tipo de agressão e reunirá nas próximas horas com as diversas entidades no sentido de aprofundar qualquer tomada de ação que evite tais ocorrências futuras, mesmo perante a evidência de que o controlo da via pública foge da sua esfera de competência.

Importa clarificar, a bem do rigor, que é falsa e intolerável qualquer associação de funcionários do SC Braga aos factos verificados, tendo o debrief interno revelado que o Clube adotou, em todos os momentos (pré, durante e pós-jogo), os procedimentos ao seu alcance no sentido de garantir as melhores condições de acesso e de permanência no recinto desportivo a todos os adeptos que se deslocaram à Arena SC Braga.

Não podendo deixar de registar a crescente frequência de episódios desta natureza, envolvendo adeptos de várias equipas e em eventos de diversas modalidades, o SC Braga manifesta a sua preocupação face ao alcance das ocorrências verificadas, perpetradas por grupos que cabe às autoridades identificar e desmantelar e que não podem continuar a servir-se do desporto, do bom nome das instituições e, acima de tudo, da segurança dos adeptos para promoção de disputas particulares.

Em defesa do superior interesse do público do desporto, o SC Braga não deixará de partilhar com as autoridades toda e qualquer informação que obtenha e que ajude a identificar, isolar e afastar qualquer indivíduo ou grupo de indivíduos. O SC Braga insta a que todos os clubes, todas as autoridades e todos os adeptos se unam em prol da defesa intransigente dos valores do desporto, afastando qualquer associação a fenómenos de violência".
Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sp. Braga

Notícias

Notícias Mais Vistas