Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias. Seguir

Sporting com "mais estofo", o mercado de janeiro e Diomande "só pela cláusula": tudo o que Rúben Amorim disse

Treinador do Sporting fez a antevisão ao jogo com o Gil Vicente, marcado para amanhã às 20h15

• Foto: Sporting CP
Rúben Amorim fez a conferência de antevisão ao Sporting-Gil Vicente, marcado para amanhã às 20h15 e referente à 12.ª jornada da Liga Betclic. Depois de antecipar dificuldades na receção aos gilistas, o técnico dos leões falou da falta de eficácia no jogo com a Atalanta e da fase menos boa de Pote e foi ainda questionado sobre o facto de a sua equipa não ter vencido nenhum dos jogos de maior dificuldade esta temporada, sublinhando que este Sporting tem muito mais "estofo" do no ano em que foi campeão. Quanto ao mercado preferiu não se alongar muito, mas fez questão de desmentir um rumor.

Percurso até ao momento e análise ao adversário de amanhã

"Marcámos muitos golos e fomos competentes. Na Liga Europa falhamos o objetivo de ficar em primeiro, mas garantimos a passagem. Sabemos onde erramos contra a Atalanta e trabalhámos nisso. Só tivemos um treino. Preparámos ao máximo este jogo. Jogam muito bem, com 3 jogadores rápidos na frente. Têm 3 médios centros que jogam bem e isso pode criar-nos problemas. Queremos regressar as vitórias e seguir o nosso caminho"

Ruben Amorim disse recentemente que faz parte da identidade do Sporting complicar as coisas. O que há a mudar? A equipa sente-se mais pressionada depois de ter perdido pontos importantes?

"Foram jogos em que fomos a melhor equipa. Não ganhamos e por isso falei da mentalidade. A verdade é que as equipas que ganham mais títulos são equipas que, mesmo não jogando bem, arranjam sempre maneira de ganhar. Também falei que há coisas que não se explicam… quando a bola bate nos dois postes não é uma questão de mentalidade. Disse que gostamos de complicar porque às vezes temos o jogo controlado e acabamos por sofrer um pouco. Faz parte da identidade da equipa, mas somos competentes e competitivos. No ano passado não fomos porque no inicio perdemos pontos e depois não tivemos capacidade. Estamos bem no campeonato. Deviamos ter ganhos os últimos dois jogos. É emendar esses erros"

O Sporting não ganhou os jogos de maior dificuldade. Falta estofo à equipa? Depois do jogo com Raków reconheceu que não esteve bem nas substituições porque pensou no Benfica. Amanha se estiver o jogo controlado vai pedir a alguns jogadores para forçaram o amarelo?

"Não vamos fazer isso porque são 3 pontos que estão em jogo. Obviamente que eu não vou pedir isso. Nunca sabemos qual é o jogo mais importante. Tivemos estofo em todos os jogos. Quanto a mim fomos a melhor equipa nos últimos dois e não conseguimos ganhar. Acho que, neste momento, estamos mais preparados para esses jogos. No primeiro ano, quando fomos campeões. perdemos um, na Luz, quando já eramos campeões. E não tínhamos, nem de perto nem de longe, o estofo que temos hoje. Penso que não ganhamos há 10 clássicos e isso é culpa do treinador. Mas quando o treinador começou ganhou 5 clássicos um bocadinho sem saber ler nem escrever. Nessa altura não pensei que era melhor, como agora não penso que não podemos ganhar. Que hoje temos mais estofo… acho que é claro. Cabe-me não olhar só para os resultados. Quando saí do Dragão no primeiro ano, saí com uma sensação que o FC Porto foi melhor e nós tivemos sorte. Penso agora o mesmo na Luz. Claroque não é tudo azar, falta qualquer coisa"

O Pote falhou alguns golos no último jogo. Teve alguma conversa com ele?

"Não falei nada com ele. São fases. Já teve fases boas e agora está a passar esta em que não consegue marcar. Tem muita exigência sobre ele. Faz parte. É difícil corresponder ano após ano. Gosta de tudo o que o Pote faz. É inteligente e ajuda a equipa. Está a sofrer o sucesso que teve e tem que apanhar o comboio outra vez. Certamente que vai apanhar"

Contra a Atalanta, o Pote parecia ter a mesma expressão do Paulinho quando falhava golos. Como se trabalha este tipo de situações na cara do guarda-redes?

"A única forma é criar situações no treino e voltar a fazer. Não temos tido tempo para treinar. Mostramos-lhe as imagens. Quando a primeira entrar tudo começa a ser mais fácil. É uma fase em que chamamos à atenção para o aspeto tático, porque o psicológico é difícil e só quando a bola a entrar é que as coisas melhoram"

O Sporting vai perder jogadores em janeiro por causa da CAN. Pensa ir ao mercado? Ousmane Diao, pode dizer algo? Q quanto aos jogadores que estão fora?

"O Victor esteve em duvida, mas vai ser convocado. Veremos se é titular porque saiu com uma queixa no joelho. O Bragança faz tratamento e fresneda recupera de lesão. A históri do Fujimoto não é verdade. É um grande jogador, mas falou-se que podia ir para o Sporting e queria desmentir isso. Tudo o que fizermos no mercado é a pensar nesta época e na próxima. Em relação nomes não podemos falar porque não sei se vai acontecer alguma coisa"

Assédio a Diomande. O que é que o treinador faz nestes processos? E se teve alguma atenção especial com o Edwards...

"Até lhe ofereci o meu carro para ver se tinha outro acidente. Da forma como entrou desbloqueou completamente o jogo… Não tive conversa nenhuma. Ele está bem. O acidente foi apenas um susto. Pode ser utilizado amanhã. Eu foco-me na equipa e com o futuro da equipa e não tanto com o que se está a passar com os jogadores. Somos muito claros com ele: só pela cláusula. O Ousmane sabe que pode perder o lugar na equipa se se distrair. Conhecemos bem os jogadores que vamos buscar e isso também entra nas contas. O Ousmane está contente por estar no Sporting e espero que continue a sê-lo por muitos anos"

Por Record
36
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas