Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias. Seguir

Balakov rendido ao homem-golo do Sporting: «Gosto muito do Gyökeres»

Búlgaro analisa atual equipa e conta episódios da passagem por Alvalade no podcast ‘Final Cut’

A carregar o vídeo ...
Balakov: «Sporting não jogava bem contra o FC Porto. Será que era porque tinham o Pinto da Costa?»
Krassimir Balakov deixou saudades no Sporting, clube que representou entre 1991 e 1995, e continua muito atento à atualidade leonina. Em declarações ao podcast ‘Final Cut’, num episódio que estreia esta segunda-feira (21h30) no Youtube e no Spotify, o antigo internacional búlgaro, hoje com 57 anos, revela que é um admirador do novo homem-golo dos leões.

"Gosto muito do Gyökeres… O Sporting tem bons jogadores como o Edwards, Morita, Nuno Santos, Pedro Gonçalves [Pote] e [Gonçalo] Inácio. São jogadores que fazem uma equipa trabalhar bem", analisa Balakov, que considera Luís Figo o melhor jogador com quem jogou na passagem pelos leões, onde participou em 168 partidas e marcou 68 holos, tendo conquistado um troféu, a Taça de Portugal 1994/95.

Em declarações ao podcast da ‘Sports Tailors’, Balakov conta vários episódios da aventura no Sporting, desde logo a chegada a Lisboa como reforço para… o ataque. "Foi uma transferência como ponta-de-lança, não foi como jogador de meio-campo… Quando cheguei ao aeroporto, o Sousa Cintra, um grande presidente do Sporting, começou a rir quando me viu. Perguntou-me se eu era o Balakov e eu respondi que sim", recorda, bem-humorado.

O virtuoso esquerdino admite ainda que a saída de Alvalade, rumo ao Estugarda, foi algo inesperada e consequência do "negócio futebol", pois estava "fora dos planos" na altura. Um eventual regresso a Portugal, agora como treinador, é visto com agrado. "Pode ser que Portugal seja o país certo para treinar", refere.
Por Record
2
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas