Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias. Seguir

Fatawu explica saída do Sporting: «Não encaixava nos planos do treinador»

Incompatibilidade com ideias de Amorim levou à cedência ao Leicester, onde já se vê... em definitivo

• Foto: CRAIG BROUGH/Action Images

Quatro meses após ter sido oficializado no Leicester, por empréstimo do Sporting, Fatawu já conquistou o seu espaço, tanto que foi por nove vezes titular nos 16 duelos disputados até à data. O ganês goza, por isso, de um estatuto diferente daquele que detinha em Alvalade, onde o próprio assume que as coisas não lhe correram bem, por ‘culpa’ própria mas também por influência de Rúben Amorim.

"Não é uma questão de não ter dado certo, é apenas o que o treinador quer e como faz o planeamento da equipa. O Sporting é uma equipa fantástica, não vou mentir, mas é tudo sobre o treinador, como ele quer colocar a equipa a jogar e o papel que ele quer que o jogador desempenhe. Por enquanto, é assim que ele quer. Tenho de ouvir e apenas concentrar-me em tentar melhorar", sublinhou, em entrevista à revista sul-africana ‘Soccer Laduma’, assumindo que foi desde cedo informado de que o seu nome não constava na estratégia para 2023/24. "Não encaixava nos planos do treinador. Ele quis que eu fosse para um sítio onde tivesse minutos e onde pudesse evoluir", reforçou Fatawu.

Ligado ao Sporting até 2027, o extremo, de 19 anos, vê-se nos foxes no presente... e futuro longínquo, o que até pode tornar-se realidade caso o Leicester, líder do Championship, suba de divisão e automaticamente acione a cláusula de compra de 17 M€ prevista na cedência. Até porque a Premier League é o "campeonato dos sonhos" do atacante. "Desde que cheguei aqui, as sensações são diferentes. Gostava de ficar no Leicester porque conheço a equipa e acre dito que vamos subir", afirma.

Geny empurrou-o para Inglaterra

Além das convicções de Amorim, a saída de Fatawu explica-se, também, pela entrada em cena de... Geny Catamo que, regressado do empréstimo ao Marítimo em 2022/23, ganhou a dianteira ao ganês nas preferências do técnico. "O Fatawu teve a sua oportunidade e teve dificuldades porque apanhou um treinador que é muito estruturado. O Geny tem as mesmas características e adaptou-se à nossa forma de jogar. Foi uma escolha nossa deixar o Geny no plantel e fazer crescer o Fatawu noutra realidade", vincou Amorim a 11 de agosto.

Por Ricardo Granada
22
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas