Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias. Seguir

Três titulares revelados, o efeito LASK Linz e uma análise profunda ao Sturm Graz: tudo o que Amorim disse

Treinador do Sporting fez a antevisão ao jogo com o Sturm Graz, marcado para amanhã

A carregar o vídeo ...
«Já são 7 jogos que não conseguimos vencer»: Amorim alerta para o histórico do Sporting contra equipas austríacas
Rúben Amorim revelou que Adán, Coates e Daniel Bragança vão ser titulares amanhã, no jogo com o Sturm Graz na Áustria, para a 1.ª jornada da Liga Europa (20h00). Na conferência de antevisão ao jogo, o treinador leonino admitiu que haverá mexidas no onze mas que não será numa lógica de poupanças. "Não vamos descansar jogadores porque eles não precisam de descansar".

O desaire com o LASK Linz continua na memória e como exemplo. "A equipa tem mais experiência. O estofo da equipa cresceu, a equipa era diferente quando defrontou o LASK Linz. Há uma coisa boa do jogo do LASK, nunca nos saiu da cabeça, até porque foi o nosso pior dia em Alvalade", frisou.

"O principal objetivo é ser campeão, esse é o principal objetivo porque também nos permite a Liga dos Campeões. Esquecendo a Liga dos Campeões, é ser campeão. É a coisa mais importante que temos, não só pelo dinheiro da Liga dos Campeões. Queremos também seguir em frente na Liga Europa, temos as Taças e precisamos de todos os jogadores", vincou Amorim.

RÚBEN AMORIM

O Sporting nunca venceu na Áustria. É importante quebrar esse enguiço?

"Obviamente que o objetivo passa sempre por vencer, já são 7 jogos que o Sporting não consegue vencer, cinco derrotas e dois empates, e isso também revela a qualidade das equipas austríacas. Temos de levar o jogo para onde nós queremos e não para o jogo do adversário, se conseguirmos ter bola estaremos mais perto de vencer. Vai ser um jogo difícil. Mataremos esse enguiço, seguiremos com três pontos, o que não será decisivo, mas essa é a nossa vontade: vencer."

Tem feito poucas mudanças no onze. Qual é a dose de risco que se faz na rotação da equipa? Entrega do favoritismo por parte do Sturm Graz.

"Acho que foi uma simpatia do treinador. Sempre tive bons jogadores, tanto no Sporting como o Sp. Braga, daí se calhar essa ideia. É não deixar-nos levar por isso. Sabemos muito bem o desafio que temos amanhã. Temos de ter todos os jogadores no máximo. Não vai haver risco de poder facilitar no jogo, vamos fazer uma rotação normal. Este jogo é completamente diferente. Posso dizer que alguns jogadores que vão jogar já foram titulares no campeonato. O Daniel Bragança vai ser titular porque precisamos de ter bola e não há ninguém no plantel melhor do que o Dani para termos bola. Vai haver uma rotação. Vamos meter os melhores jogadores em termos de características. Não vamos descansar jogadores porque eles não precisam de descansar."

Amorim revela titularidade de Bragança: «Precisamos de ter bola e não há ninguém melhor do que ele nesse aspeto»
É estranho para o Sporting jogar a Liga Europa, como diz o treinador adversário? Sporting é equipa da Liga dos Campeões? Receia que o adversário fique à frente da baliza?

"Nessa parte vamos olhar mais para a observação que fizemos do adversário e nunca vi esta equipa ficar à frente da baliza, vai pressionar o campo todo. Não prevejo nada um adversário assim. Quer picar os seus jogadores, os seus adeptos, a verdade é que o Sturm Graz esteve mais perto da Liga dos Campeões do que nós. Nós não fizemos o que deveríamos no campeonato nesse aspeto. Queremos chegar a um nível em que todos os anos queremos estar na Liga dos Campeões. Não o fizemos por culpa própria, por isso estamos onde deveríamos estar. O que interessa é dentro do campo. O jogo vai ser muito difícil amanhã e imagem disso é o histórico do Sporting aqui na Áustria. Cada vez que um jogador do Sporting levantar a cabeça para jogar, vai lá estar um jogador adversário. Vai ser um jogo diferente e eu estou até entusiasmado para ver a resposta da equipa."

Rúben Amorim: «Sturm Graz esteve mais perto da Liga dos Campeões do que o Sporting»
Sporting tem agora mais estofo europeu? É este Sporting, desde que chegou, que sente que está mais preparado para vencer todos os jogos e discutir todos os títulos?

"Saber se está mais preparado ou não teremos de ver com o tempo, ainda é muito cedo. A equipa tem mais opções, não há risco nenhum fazer alterações. Veremos no futuro. A equipa tem mais experiência. O estofo da equipa cresceu, a equipa era diferente quando defrontou o LASK Linz. Há uma coisa boa do jogo do LASK, nunca nos saiu da cabeça, até porque foi o nosso pior dia em Alvalade, relembro que o Rio Ave esteve quase a passar com golos do Mané e do Geraldes, dois jogadores que tinham saído do Sporting. Estamos mais preparados do que estávamos na altura. Vamos ver se vamos corresponder amanhã."

Rúben Amorim: «Jogo com o LASK foi talvez o pior dia que tivemos em Alvalade»
Tem total garantia de que Coates consegue aguentar esta fase? Franco será titular?

"O Franco também não vai ser titular amanhã, é o último que digo, mas está sempre a lutar com o António e o Callai. É uma posição muito específica. Vai jogar esta época e quanto a mim em todas as competições. Mas eu quero o António para começar. O Coates sairá mais depressa da equipa por causa das características do adversário e do jogo. É um central que aguenta bem. O Coates vai aguentar os jogos que tiver que aguentar. Se sair, é por causa das características. Ele tem aquela ligadura, são coisas do futebol moderno, e também irá jogar amanhã. [risos]."

As principais diferenças entre jogar na Champions e na Liga Europa?

"Na Liga dos Campeões olham para o Sporting como um outsider, na Liga Europa olham para nós de outra forma. O treinador adversário deu-nos o favoritismo, na Liga dos Campeões não é assim. O Sporting passa mais vezes na Liga Europa, tem outro historial na competição. Já teve uma final em Lisboa. Isso revela outro estatuto. Na Liga dos Campeões não é assim e qualquer resultado fora é visto como uma vitória. Os treinadores não encaram as competições de forma diferente, mas sim com um olhar diferente. Os adversários são diferentes, há alguns que são desconhecidos, como é o caso do adversário que vamos ter amanhã. O importante é amanhã não deixarmos o adversário levar o jogo para onde quer, um jogo mais rápido. O nosso desafio para amanhã será esse mesmo."

Como analisaria o Sturm Graz e que jogadores destacaria?

"O Sturm Graz vale muito pelo seu todo. O jogador 10 impressionou-me não só na parte ofensiva mas também na parte defensiva. A parte física. Tem um central muito rápido. São muito fortes nos duelos e nas bolas paradas. Vários jogadores que fazem várias posições. Extremos muito rápidos. Muitas vezes jogam pelo meio e criam dificuldades. A forma como pressionam deixou-me impressionado. Teremos de ter bola para fazermos o nosso jogo. A capacidade de pressão e a forma como estão a defender e a pressionar no campo todo e ganham a bola. Foi o que mais me impressionou na análise ao Sturm Graz."

O momento em que Amorim confirmou as titularidades de Adán e Coates frente ao Sturm Graz
Fresneda vai ser lançado amanhã? Campeonato é prioritário?

"O principal objetivo é ser campeão, esse é o principal objetivo porque também nos traz a Liga dos Campeões. Esquecendo a Liga dos Campeões, é ser campeão. É a coisa mais importante que temos, não só pelo dinheiro da Liga dos Campeões. Queremos também seguir em frente na Liga Europa, temos as Taças e precisamos de todos os jogadores. O Marcus tem saído, o Trincão, o Neto que ainda só fez um minuto e são todos internacionais. Não estamos a falar de jogadores que vamos rodar e a equipa vai sentir. Não olhamos para os nossos rivais, mas há uma prioridade clara. Não vamos deixar as outras competições, mas esse é o nosso objetivo. A nossa visão enquanto clube é lutarmos para voltarmos a ser campeões. Há uma direção clara que nos ajudar a guiar durante a época. Olhamos para tudo na mesma maneira, mas em caso de dúvida, vamos olhar para o campeonato. O Fresneda não posso dizer nada porque já revelei três jogadores. É mais uma opção para amanhã."


DANIEL BRAGANÇA

Como encaram a Liga Europa? Como tem sido este regresso à competição?

"Tem sido bastante agradável para mim depois de um ano parado e muito dificil. Uma pré-época mais difícil em termos de dores, mas isso já foi tudo ultrapassado. Agora sinto-me muito bem e preparado para o que aí vem. O ano passado já passou, vamos encarar esta Liga Europa primeiro na fase de grupos, queremos estar focados para amanhã e vencer."

Jogo muito físico, ainda existe receio ou se já se sente restabelecido? Palavras de Amorim sobre ser "o grande reforço para esta temporada"

"O melhor, a custo zero. Sinto-me já preparado, essas sensações já passaram logo no início quando regressei ao relvado, já me sinto a 100%. Em relação à segunda pergunta, o míster foi uma motivação para mim depois de um ano difícil para mim. Tivemos várias contratações de grande qualidade, o mais importante para mim é termos um grupo com grande qualidade e estarmos todos preparados para jogar e ajudar."

Treinador do Sturm Graz atira favoritismo para o Sporting. Qual a sua opinião? O que se aprende com uma lesão tão complicada?

"Sinceramente, muita coisa, até dava para falar até amanhã. A nível psicológica evolui-se muito porque ultrapassa-se muitas coisas. Já passou, passei da melhor maneira, consegui crescer a nível mental e físico, o que também é fundamental para o meu jogo. O favoritismo vê-se dentro de campo e é lá que teremos de mostrar amanhã para tentarmos ganhar os três pontos."

Nestes últimos anos, jogar no meio-campo tem sido a posição mais complicada no Sporting. Estás preparado para esta lutar com Hjulmand? Sabe se vais jogar amanhã?

"Essa pergunta o míster poderá depois responder ou não. A titularidade encaro sempre da melhor maneira porque já estive com outros grandes jogadores no Sporting, só estando ao nosso melhor nível é que conseguimos jogar. Eu não fujo à regra e dou sempre o meu melhor para tentar jogar o mais possível."

(em atualização)
Por Record
2
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Vírus de inverno ataca a Liga

CAN e Taça da Ásia, que abrem 2024, vão levar 31 atletas e só três emblemas vão... sair ilesos. Se alguém chegar à final pode perder 10 jogos

Notícias

Notícias Mais Vistas