Lito Vidigal quer explorar "percentagem mínima" contra "adversário fortíssimo"

Treinador prevê visita difícil a Alvalade

• Foto: Lito Vidigal

O treinador do Arouca elogiou esta quinta-feira o Sporting, adversário da 27.ª jornada da Liga NOS, mas não se dá por vencido antes do embate de domingo (18H30), em Alvalade, onde vai "com intenção de vencer".

"Vamos encontrar um adversário candidato ao título, fortíssimo, não podemos sequer encontrar comparações, luta por outros objetivos e que têm uma dimensão que nós, às vezes, não conseguimos nem perceber, tamanha é a grandiosidade do Sporting", afirmou Lito Vidigal.

O técnico prevê "um jogo difícil, numa fase em que o Sporting continua na luta pelo título" e lembra que, "se ganhar, volta a estar na primeira posição, na pole para conseguir mais um título". Vidigal acrescentou que o Arouca tem "uma percentagem mínima" de hipótese, mas quer explorá-la por forma a encontrar "o caminho para vencer este jogo".

O Arouca, que pretende consolidar o quinto lugar (41 pontos), vai enfrentar o Sporting, segundo classificado (62), a dois do Benfica, e o treinador não acredita que a pressão da luta pelo título afete o adversário.

"São jogadores de muita qualidade e estão habituados a jogar nas competições mais importantes", sublinhou Lito Vidigal, frisando, por isso, que quer que a sua equipa mantenha a identidade.

"Temos de tentar ser iguais a nós próprios, respeitando sempre o adversário, mas acima de tudo pensarmos em nós. Sabemos que é um jogo muito difícil, que temos poucas possibilidades de vencer, mas temos de ser competitivos, sempre com a intenção de vencer", considerou.

Esta época, o Arouca já conseguiu vencer o Benfica e o FC Porto, mas o técnico dos nortenhos frisa que os adversários são diferentes e que só têm comparação possível "na grandeza dos clubes".

Apesar da classificação, Lito Vidigal continua a não abordar a possibilidades das competições europeias, mas não consegue esconder a ambição de continuar a surpreender.

"O objetivo era a manutenção, já o conseguimos, isso está superado, agora queremos ser melhores amanhã do que somos hoje. Temos de esperar até o campeonato acabar. Vamos continuar a nossa caminhada como temos feito, mas alimentando sempre o sonho de fazer algo de extraordinário", confessou o técnico, que, para este desafio não conta com o médio Adilson, a cumprir castigo, mas tem David Simão de regresso às opções.

Por Lusa
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Arouca

Notícias

Notícias Mais Vistas