Nathan: «Na cara do Casillas inspirei-me no Messi»

Brasileiro é viciado nas finalizações do astro, que viu a caminho do Restelo. Depois, foi ‘só’ fazer igual

• Foto: Luís Manuel Neves

Está emprestado pelo Chelsea até final da época e conseguiu na última segunda-feira beijar o feito de ser para já o único jogador da Liga a ter marcado a dois candidatos ao título: Benfica e FC Porto. O último golo teve especial nota artística, pois o brasileiro abriu o marcador no Restelo com uma finalização de classe na cara de Casillas, ex-Real Madrid. Nada aqui foi obra do acaso, pois o avançado explica a Record que passa largas horas a ver um astro argentino do... Barcelona finalizar: Messi.

"Quando íamos no autocarro a caminho do estádio, o meu lugar era ao lado do Muriel, que é guarda-redes. E lá ia eu a ver vídeos do Messi a fazer ‘cavadinhas’ [n.d.r.: picar a bola por cima do guarda-redes]. No jogo, quando vi o Casillas sair, até pensei rematar logo, mas depois inspirei-me no Messi. ‘Vai ter de ser cavadinha!’ E foi! Felizmente correu bem. E foi por isso que no festejo o Muriel veio ter comigo e disse logo: ‘Estás a ver? São os vídeos!", conta-nos o dianteiro, de 22 anos, vincando a fixação pelo craque do Barcelona: "Durante a semana, em todos os treinos que fico um para um com o guarda-redes tento sempre diversificar a finalização, de maneira a ver a forma mais eficaz para marcar. Os meus companheiros até brincam comigo porque nos dias antes dos jogos passo horas a ver vídeos do Messi."

O facto de ter faturado contra águias e dragões "dá sempre um prazer especial", mas Nathan atribui o mérito ao coletivo. "Fico feliz, mas isso é fruto do trabalho da equipa, pois sem deles nada disto tinha acontecido. Já fiquei contente por ter jogado contra Benfica e FC Porto, ainda mais tendo marcado a ambos", realça, desvalorizando a influência dos seus golos na luta pela liderança: "Na classificação só olho mesmo para o Belenenses. O resto não quero saber! Só quero ver o Belenenses o mais acima possível e marcar golos!"

Sem problemas para Chaves

Nathan saiu tocado da última receção ao FC Porto, tendo cedido o lugar a Maurides – curiosamente, autor do segundo golo do Belenenses – ao minuto 66. No entanto, garante que estará em condições para a próxima ronda dos azuis do Restelo no campeonato, mais concretamente no terreno do Chaves. "Foram só cãibras", diz-nos o avançado, esperançado de que a equipa possa manter-se na rota das vitórias: "Vamos continuar a trabalhar forte para tentar sair com mais três pontos. Vai ser complicado, mas só pensamos na vitória!"

Nunca comeu tantos legumes

O dianteiro está em Lisboa acompanhado da sua namorada e, em jeito de brincadeira, garante que esta até ajuda a controlar tudo o que diz respeito a alimentação. "Meu Deus! Nunca comi tantos legumes como aqui! É frango, batata doce, salada... Tudo direitinho! Nunca comi tanta verdura como agora, mas faz parte dos cuidados que temos que ter como profissionais e a verdade é que eu até gosto muito", atira Nathan, que está no Belenenses a título de empréstimo (até final da época) do Chelsea.

Fechar com cinco ou seis golos

Nathan leva agora dois golos e já igualou, por exemplo, o que fez numa época inteira (2015/16) pelo Vitesse, mas espera alcançar pelo menos os números da última campanha, onde alcançou uma mão-cheia, também pela dita formação holandesa. A diferença é que agora quer fazê-lo em... metade do tempo. "A nível pessoal, claro que tenho objetivos, mas esses são simples: marcar golos e fazer assistências. No entanto, claro que importa é ajudar o Belenenses", começa por dizer, garantindo que nem aponta a muitos mais festejos do que aqueles que já tem: "Mais 6 golos até final da época? Seria espetacular! Era sinal de que fazia uma média de mais um por cada jogo! Mas se fizer mais uns três ou quatro já seria muito bom e poderia considerar uma época excelente nestes meses."

Recorde-se que o brasileiro foi contratado pelo Chelsea em 2015, tendo assinado contrato com os blues até final de junho de 2020.

Quer ficar mais uma época

Com sete jogos pelo Belenenses (dois como titular), Nathan interrompeu o empréstimo aos franceses do Amiens para rumar aos azuis na última janela de transferências. Antes (2015/16 e 2016/17) esteve na Holanda ao serviço do Vitesse – sempre emprestado pelo Chelsea. Agora, já aponta a prolongar a estadia no Restelo. "O empréstimo foi de meia temporada só, mas quando terminar vamos sentar-nos todos à mesa de novo. E veremos se dá para ficar mais um ano. Mas estou muito feliz aqui, sinto-me em casa, e tenho uma ótima ligação com toda a gente no clube. Esperemos que tudo se resolva pelo melhor, porque espero poder ajudar o Belenenses por mais um ano", sublinha, rendido a Lisboa: "A cidade é bonita, a língua também ajuda muito, e tem sido mais fácil adaptar-me do que foi em França ou na Holanda." O Chelsea não está esquecido. "Ainda tenho de ganhar experiência, mas claro que espero ainda poder jogar lá e estar entre os melhores", confia.

Por Filipe Pedras
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Belenenses SAD

Notícias

Notícias Mais Vistas