Quim Machado quer inverter tendência negativa na Madeira

Choupana é terreno desfavorável para o Belenenses

• Foto: Fernando Ferreira
Quim Machado está confiante em vencer na Madeira e não recusa a ideia de aproveitar a intranquilidade do Nacional.

"Trata-se de um campo tradicionalmente difícil para o Belenenses, mas queremos inverter essa tendência. O nosso adversário só vê os três pontos, mas pode jogar também um bocadinho com o coração e vamos tentar aproveitar essa intranquilidade frente a uma equipa que se reforçou e contratou bons jogadores. No fundo, temos de ser fortes logo desde o início do encontro, impondo o nosso jogo para não sermos surpreendidos", sublinhou o treinador do Belenenses.

Sem preocupação em gerir por ter João Diogo, Domingos Duarte e Vítor Gomes estarem em perigo de exclusão, Machado frisa que o importante "é vencer".

Quanto a golos - o Belenenses tem o pior ataque da Liga NOS com 13 golos -, Machado espera "um clique" da equipa e revela que o grupo que orienta tem trabalhado nesse sentido, admitindo que "também tem faltado a decisão e o passe no último terço do campo"

Relativamente à arbitragem, o técnico reconhece que "pode haver mais pressão no último terço da prova", mas diz confiar nos árbitros

Para este encontro, o treinador do Belenenses tem já Juanto recuperado, mas é de prever que o espanhol se sente no banco de suplentes.
Por João Pedro Abecasis
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Belenenses SAD

Notícias

Notícias Mais Vistas