Adu lembra maior erro da carreira e atira: «Joguei melhor do que o Di María no primeiro ano»

Norte-americano falou da sua passagem pela equipa da Luz

Agora autenticamente perdido no futebol sueco, ao serviço do modesto Österlen FF, Freddy Adu é protagonista de um podcast nos Estados Unidos na plataforma 'Blue Wire Podcasts', onde tem contado em vários episódios a sua carreira. O mais recente episódio passa em revista a passagem pelo Benfica, um clube onde diz ter tomado a pior decisão da sua carreira

"O maior erro que cometi na minha carreira foi ter saído do Benfica por empréstimo para o Monaco. Digo-o de coração. Foi uma daquelas decisões que, se pudesse tomá-la de novo, não a faria. Tive três treinadores num ano no Benfica. O clube estava num momento tão disfuncional que só queria sair de lá e ir para outro lado o mais rápido possível. Mas acabou por ser a pior decisão", disse, explicando depois o porquê.

"Cheguei ao clube ao mesmo tempo que o Di María. No primeiro ano estive melhor do que ele. Joguei melhor do que ele, mas decidi sair para o Monaco por empréstimo. E o Di María ficou no Benfica. E adivinhem? Ele teve a chance de jogar com treinador que depois veio e tornou-se titular. Um ano ou dois depois foi para o Real Madrid. E eu acabei por ser emprestado a uma equipa secundária. Percebes o que digo? Tomei a pior decisão possível para a minha carreira. É o meu maior arrependimento", assumiu.

A título de curiosidade, nessa tal primeira temporada de ambos os jogadores na Luz, Di María totalizou 45 partidas, fez 2387 minutos e apontou um golo e fez seis assistências. Já Adu atuou em 21 encontros, jogou em 479 minutos e marcou cinco golos.

Por Fábio Lima
22
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas