Advogado do alegado agressor de adepto do Benfica explica "empurrão após bastonada"

Homem que empurrou José Dinis no passado sábado está a ser ouvido no DIAP

O alegado agressor de José Dinis, o adepto do Benfica que caiu na pista do Estádio Cidade de Coimbra, fraturando uma vértebra, está a ser ouvido no DIAP de Coimbra. Antes do suspeito ser ouvido, o advogado sublinhou que o arguido "lamenta o sucedido".

"Nada o move contra a vítima. O empurrão foi uma tentativa de se libertar de um obstáculo que se encontrava à sua frente segundos depois de ter recebido uma bastonada e quando se encontrava a levantar uma pessoa de idade que estava caída", afirmou o advogado de defesa que sublinhou que o seu cliente se "tem mostrado preocupado com o estado da vítima".

O adepto entregou-se ontem à tarde de forma voluntária na PSP em Coimbra "apenas por razões de agenda" do advogado porque estava decidido desde domingo apresentar-se. Foi-lhe aplicado termo de identidade e residência.

O causídico explicou ainda aos jornalistas que o alegado agressor e a vítima têm amigos em comum e "é provável que se conheçam".

À saída do DIAP, o advogado do autor do empurrão referiu que, após primeiro interrogatório, não foi adicionada mais qualquer medida de coação, ficando o seu cliente apenas com termo de identidade e residência (TIR), aplicada na segunda-feira. Segundo o advogado do arguido, que não quis dar o seu nome, perspetiva-se uma eventual suspensão provisória do processo por parte do Ministério Público.


(notícia atualizada às 12h10)

Por Bruno Gonçalves
82
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas